PUBLICIDADE

Topo

Famosos

Elizabeth 2ª e toda famíla real não podem comer marisco, saiba o motivo

Pense que você tem uma vantagem sobre a família real! - Reprodução/Instagram @Kensington Palace
Pense que você tem uma vantagem sobre a família real! Imagem: Reprodução/Instagram @Kensington Palace

Do UOL, em São Paulo

11/08/2017 13h47

Até pode parecer que a família real britânica é daquelas sortudas, que possuem tudo nesta vida. Mas existe uma coisa que nós, pobres mortais, podemos desfrutar no dia a dia (especialmente quando estamos com uma graninha sobrando), que os Windsors são proibidos de tocar: marisco, o que inclui qualquer invertebrado marinho comestível.

Isso porque toda a realeza britânica é orientada a nunca apreciar lagostas, mexilhões, ou mesmo saborear um humilde coquetel de camarões. O motivo? O alto risco de doenças que podem ser transmitidas por esses alimentos, informou a BBC.

Além disso, com a agitada rotina de viagens pelo mundo, um caso de intoxicação alimentar poderia causar estragos tanto para a realeza, como para sua equipe de apoio e até os próprios anfitriões dos países que visitam.

Além dos mariscos, os reis também são aconselhados a evitar carnes raras e água da torneira enquanto viajam para o exterior, tentando driblar qualquer perigo em potencial.

Alho também é vetado

Alho - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Ok, enquanto evitar mariscos pode nem parecer assim tão ruim, os membros da realeza britânica têm outro problema: devem evitar comer alimentos temperados com alho na presença da rainha. Mas, neste caso, a proibição não tem relação com a segurança, mas sim preferência, uma vez que a própria Elizabeth odeia o gosto do tempero.

"No Palácio de Buckingham você não cozinha com alho", contou John Higgins, ex-chefão do palácio, ao National Post. Além disso, caso você seja o convidado da rainha, certamente irá degustar de uma refeição saudável.

Darren McGrady, outro ex-chefão do palácio, revelou ao The Telegraph que a rainha tem uma regra: sem carboidratos na hora do jantar. "Ou seja: nada de batatas, arroz ou macarrão nesta refeição. Normalmente, algo grelhado com legumes e salada", explicou.

Dieta para os bichinhos também

5.nov.2002 - Rainha Elizabeth 2ª e sua comitiva de cães Corgi encontram o time de rubgy New Zealand All Blacks, da Nova Zelândia, no Palácio de Buckingham - Kirsty Wigglesworth/AFP - Kirsty Wigglesworth/AFP
Imagem: Kirsty Wigglesworth/AFP

Assim como a família real, os animais de estimação deles também seguem uma dieta rigorosa. McGrady contou que já alimentou os cães de Elizabeth com uma refeição de coelho e frango, enquanto os cavalos ganharam cenouras perfeitamente picadas como lanche.

"Cada tira tinha que ter o comprimento do dedo e ser descascada com perfeição", disse McGrady. "Se alguma vez um cavalo mordeu o dedo da rainha, foi culpa do chef por cortá-las demais".

Famosos