PUBLICIDADE

Topo

Universa

Andressa Suita sofre para dormir com barrigão, e nós temos dicas para ela

Andressa Suita, mulher de Gusttavo Lima, reclamou no Instagram que está com dificuldade para dormir - Reprodução/Instagram
Andressa Suita, mulher de Gusttavo Lima, reclamou no Instagram que está com dificuldade para dormir Imagem: Reprodução/Instagram

Adriana Nogueira

Do UOL

25/05/2017 15h28

Na reta final da gravidez do primeiro filho com o cantor Gusttavo Lima, Andressa Suita fez um desabafo nesta quarta-feira (23), em seu Instagram. Acompanhada de uma foto sua na cama, ela escreveu a legenda: “Essa foto me define tanto... que eu precisava compartilhar com vocês”, acompanhada de algumas hashtags como “tentando achar uma posição para dormir” e “insônia boa”.

Para o ginecologista e obstetra Alberto Guimarães, a despeito das evidentes mudanças corporais provocadas pelo ganho de peso, a futura mãe precisa, antes de mais nada, libertar-se de preocupações que possam estar afetando a qualidade do sono.

Guimarães afirma que a mulher deve se permitir descansar, livrando-se de obrigações como apenas dormir na tão falada posição sobre o lado esquerdo.

“É verdade, sim, que essa posição favorece a circulação sanguínea de mãe e filho, já que nela a barriga não pressiona a veia cava. Mas é bom que a gestante saiba que, caso ela se deite sobre a tal veia, o próprio corpo –independentemente de ela estar consciente ou não-- reagirá e a fará trocar de lado, sem prejuízos nem para ela nem para o filho”, declara o obstetra.

Travesseiro amigo

O especialista diz que a mulher deve se concentrar em buscar a posição mais confortável para ela. “Para tanto, ela pode e deve usar quantos travesseiros for mais conveniente. Entre as pernas, para apoiar a barriga. Vale até colocar uma das pernas sobre o marido e, se for o caso, colocá-lo para fora da cama”, brinca Guimarães.

O obstetra ainda sugere que a mãe capriche na ingestão de líquidos durante o dia, mas seja mais comedida a partir do fim do dia até a hora de deitar. “Assim ela diminui as idas ao banheiro para fazer xixi, o que acaba prejudicando a qualidade do sono dela.”

Colchão e exercícios

Por fim, o ortopedista Alexandre Fogaça, médico-assistente do Hospital das Clínicas de São Paulo, sugere que a gestante adote um colchão semiortopédico. “Nem muito mole nem muito duro, a fim de que a coluna dela fique o mais reta possível”, afirma o especialista, acrescentando que um travesseiro mais alto para a cabeça costuma ajudar a encontrar uma posição mais confortável para dormir.

Outro conselho de Fogaça é, com a anuência do médico que acompanha a gravidez, que a mãe mantenha atividade física regular, supervisionada por um profissional, para fortalecer a região abdominal e para-vertebral, musculaturas que dão suporte para a coluna. “Praticar hidroginástica, natação, musculação ou pilates pode ajudar a garantir uma melhor qualidade de sono, diminuindo as características dores dessa região que costumam acompanhar o fim da gestação.”

Universa