PUBLICIDADE

Topo

Universa

Macacão tecnológico promete dar mais força e mobilidade para idosos

Ideia é lançar o produto para o consumidor final em meados de 2018 - Reprodução/Superflex
Ideia é lançar o produto para o consumidor final em meados de 2018 Imagem: Reprodução/Superflex

Do UOL, em São Paulo

12/01/2017 15h50

Envelhecer pode ser um processo implacável para o corpo, pois ficamos sujeitos a sarcopenia, que é a perda de massa e força na musculatura esquelética. Ter um estilo de vida saudável ajuda a evitar a decadência física por um tempo, mas quando esses processos falham, um macacão tecnológico promete dar aos idosos uma melhor qualidade de vida.

Chamado de Superflex Aura Powered Suit, o produto é uma espécie de roupa que pode ser usada em contato direto com o corpo, sob as vestimentas normais. Nela, sensores elétricos integrados ajudam os músculos a se alinharem automaticamente com a composição muscular natural de seu portador, apoiando quando ele faz os movimentos para se levantar e ficar de pé.

Ideia é ajudar idosos uma melhor qualidade de vida - Reprodução/Superflex - Reprodução/Superflex
Ideia é ajudar idosos uma melhor qualidade de vida
Imagem: Reprodução/Superflex

O Superflex foi desenvolvido originalmente pela SRI Internacional para o DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), programa financiado que buscava meios para reforçar a resistência do soldado ao carregar cargas pesadas. Ou seja, este é, literalmente, um terno "super-soldado" desenvolvido para o governo dos Estados Unidos.

Uma vez que a equipe de pesquisa por trás do projeto percebeu que a roupa poderia ter uma enorme variedade de aplicações, a Superflex tornou-se uma empresa independente, que recebeu um financiamento de US$ 9,6 milhões para suas pesquisas.

O intuito é ajudar os idosos a terem uma melhor qualidade de vida. Ele é projetado especificamente para fornecer "suporte ao tronco, quadris e pernas do usuário, dando um impulso extra aos músculos enquanto executa ações básicas, mas essenciais, como levantar, sentar ou ficar em pé".

A ideia é lançar o produto para o consumidor final em meados de 2018, mas antes o macacão fará parte da próxima exposição do Museu de Design de Londres, chamada NEW OLD, uma vitrine que "explora o potencial de design para melhorar a experiência de nossas vidas".

Universa