PUBLICIDADE

Topo

Universa

TNG fecha quarto dia do Fashion Rio e anima moda do evento

Em sua primeira entrada e sem camisa, Reynaldo Gianecchini arrancou gritinhos da platéia da TNG - Alexandre Schneider/UOL
Em sua primeira entrada e sem camisa, Reynaldo Gianecchini arrancou gritinhos da platéia da TNG
Imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE<br>Enviada especial ao Rio de Janeiro

17/01/2007 23h20

A TNG fechou o quarto dia do Fashion Rio, na noite desta terça (17), com Reynaldo Gianecchini na passarela. Mas não foram os belos contornos do moço - sem desmerecer todas as suas inegáveis qualidade estéticas - e sim a coleção da marca a responsável por dar uma animada na moda apresentada até agora no evento.



Mais fashion a cada edição, a TNG, que já foi uma marca comercial sem grandes atrativos, se inspirou na aviação dos anos 40 para criar seu inverno 2007 com direção criativa de Henry Alavez e styling de Chiara Gadaleta, misturando volumes a silhuetas justíssimas, a descontração do esportivo com o perfume glamouroso dos anos 40, num jeanswear com peças de moda criativas, divertidas e sexy.



As silhuetas da coleção - desfilada também pelas tops Gianne Albertoni e Ana Beatriz Barros - oscilaram entre os justíssimos jeans e os volumes bufantes e arredondados inspirados nos pára-quedas, vistos principalmente nos vestidos femininos e em alguns momentos do masculino, como o da capa usada por Gianecchini na primeira de suas duas entradas, acompanhada de jeans sem camisa (sim, houve gritinhos na platéia).



Os puxadores de pára-quedas franziam a barra de vestidos e casacos compridos, bufantes, em moletom cinza, ou apareciam em detalhes de outras. A referência militar foi outro ponto bem marcante na coleção, tanto no camuflado estilizado no fundo tom de gelo, com roxo e verde militar, quanto no desenho de calças e paletós masculinos.



Para os homens, principalmente, as peças vieram bem ajustadas, em calças curtas, nos macacões e também nas partes de cima. Para as mulheres, os vestidos, blusas em malha - às vezes com detalhes em renda - conferiam mais amplidão à coleção, em contraposição às calças justíssimas.



A malha, bem fininha, o moletom, a seda, um pouco de couro e a sarja foram os principais tecidos usados inverno da TNG. Nas estampas, dois xadrezes, um mais claro e outro mais amarronzado, o camuflado com roxo e petróleo e o recorte com pedaços em verde exército, roxo e gelo, numa espécie de grande camuflado, compuseram a coleção, que teve o petróleo, o roxo, o acinzentado do jeans, o verde exército e as lavagens sujas tingindo as peças.



Nos pés, destaque para as botas femininas de cano alto, salto fino, ajustadas na perna e em couro gasto, fetichistas.

Mais
Reynaldo Giannechini e Gianne Albertoni vão desfilar para a TNG

Universa