PUBLICIDADE

Topo

Universa

Diretor da Vuitton diz que foi difícil convencer Gorbatchev a fazer campanha

04/08/2007 19h43

Paris, 4 ago (EFE).- A grife de luxo Louis Vuitton admitiu que foi difícil convencer o último presidente da União Soviética, Mikhail Gorbatchev, a estrelar uma de suas campanhas publicitárias.

"Foi muito difícil convencer Mikhail Gorbatchev" a posar para as fotos, disse o diretor de comunicação da Louis Vuitton, Antoine Arnault, ao jornal francês "Le Monde".

A imagem escolhida, que começará a ser veiculada nos Estados Unidos a partir da segunda metade de agosto, e em setembro em outros países, mostra o ex-presidente soviético sentado na parte de trás de um carro de época com uma mala Louis Vuitton ao lado.

Ao fundo, pelas janelas do veículo, é possível ver o muro de Berlim, escolhido para ilustrar a foto por sugestão do próprio Gorbachev.

Segundo Arnault, foi o destino do cachê que o ex-presidente soviético receberia, totalmente destinado à Cruz Verde Internacional, fundação que o próprio Gorbatchev criou, que o levou a aceitar participar da campanha.

A responsável pelas fotos da peça publicitária foi a americana Annie Leibovitz, que também clicou outros famosos para a mesma campanha, como a atriz Catherine Deneuve e os tenistas André Agassi e Steffi Graf.

Universa