PUBLICIDADE

Topo

Universa

Kate Moss será detida quando retornar à Inglaterra, diz tablóide britânico

Kate Moss em campanha do perfume Mademoiselle Chanel, da Chanel - Reuters
Kate Moss em campanha do perfume Mademoiselle Chanel, da Chanel
Imagem: Reuters

06/10/2005 09h01

Londres, 6 out (EFE).- A modelo britânica Kate Moss, de 31 anos, será detida sob suspeita de ter fornecido cocaína a algumas pessoas assim que voltar à Inglaterra, afirma hoje o tablóide britânico The Sun.

Moss, atualmente em uma clínica de reabilitação no Arizona (EUA), será escoltada a uma delegacia, onde receberá uma ordem de detenção e será interrogada, assim que voltar à Inglaterra.

A Polícia a questionará sobre as acusações que indicam que ela forneceu droga classificada como perigosa a outras pessoas, o que poderia levá-la à prisão, publica o jornal.

Moss perdeu diversos contratos de publicidade com empresas de moda e de beleza depois que a imprensa britânica publicou fotografias que supostamente mostravam a modelo cheirando cocaína.

Após a publicação das fotos, a própria modelo pediu desculpas, assumiu a "responsabilidade total" por suas ações e disse que tinha dado os passos necessários para solucionar o problema.

Universa