PUBLICIDADE

Topo

Universa

Copo de ouro é vendido por R$ 160 mil na Grã-Bretanha

05/06/2008 16h58

Um copo de ouro de mais de 2 mil anos adquirido por um sucateiro britânico entre os anos 30 e 40 do século passado foi vendido em um leilão por 50 mil libras esterlinas (cerca de R$ 160 mil).

O artefato foi esculpido a partir de uma única peça de ouro entre os séculos 3 e 4 a.C. e tem dois rostos femininos apontando para lados opostos.

William Sparks, que era dono de um ferro velho no início do século passado, deixou a relíquia para o neto John Weber, hoje com 70 anos, acreditando que se tratava de um copo feito de bronze.

Durante anos, o copo ficou esquecido dentro de uma caixa de sapatos embaixo da cama, até ser redescoberto quando Weber se mudou de casa, em 2007.

Webber diz se lembrar do copo quando era criança e afirma que "foi muito excitante descobrir o que era".

Especialistas da Universidade de Oxford e Harwell Scientifics analisaram a peça e afirmaram que vinha do império Aquemênida.

A dinastia dos Aquemênida se estabeleceu ao redor da Pérsia antiga estendendo seu domínio até a Líbia até ser derrotada por Alexandre, o Grande, em 330 a.C.

A expectativa era que o copo fosse vendido por até cem mil libras esterlinas, mas Webber disse ter ficado satisfeito com o resultado.

O leilão foi realizado em Dorset, no sul da Grã-Bretanha.

Universa