PUBLICIDADE

Topo

Universa

Campanha quer barrar entrada de ministro em pubs britânicos

26/03/2008 15h34

Um bar na cidade escocesa de Edimburgo é apontado como fonte de inspiração de uma campanha na internet com o objetivo de barrar a entrada do ministro da Fazenda britânico, Alistair Darling, em todos os pubs do país.

Os organizadores da campanha ficaram irritados quando Darling, que é parlamentar pelo distrito sudoeste de Edimburgo, aumentou os impostos sobre as bebidas alcoólicas no novo orçamento, anunciado neste mês.

A mensagem da campanha tem sido espalhada por blogs e em um grupo no site de relacionamento Facebook chamado "Alistair Darling, você está barrado".

A inspiração nasceu de uma iniciativa do proprietário do bar Utopia, que colocou um cartaz na janela de seu pub em que diz que Darling não é bem-vindo no estabelecimento.

Além de quatro centavos de libra em imposto por um pint de cerveja (o equivalente a 0,57 litro), o ministro determinou uma taxa extra de 14 centavos de libra por garrafa de vinho, 55 centavos por garrafa de destilado e três centavos por litro de cidra.

Darling também anunciou que os impostos sobre bebidas alcoólicas vão subir até 2% acima da inflação por ano pelos próximos quatro anos.

Fumo
O grupo que dirige a campanha alega que Darling está afetando o setor em um momento em que 27 bares fecham por semana por causa da proibição de fumar em lugares púlbicos e do aumento geral de custos.

O grupo diz que o ministro não reconheceu que pubs comunitários bem gerenciados são a solução para o problema de consumo abusivo de bebidas alcoólicas na Grã-Bretanha.

Pubs em Bolton, Lewes e Oxfordshire seguiram o exemplo do bar de Edimburgo e colocaram cartazes contra Darling na janela.

Vários outros foram confeccionados, inclusive um que mostra o ministro como um personagem do desenho animado Os Simpsons na "Taverna do Moe". O texto afirma: "Finalmente, Alistair Darling encontra um pub onde não é barrado."

"O ministro deixou claro no orçamento que suas prioridades são aliviar a pobreza infantil e ajudar os aposentados", disse um porta-voz de Darling. "É um preço baixo a pagar por isso."

Universa