PUBLICIDADE

Topo

Universa

Congresso reúne 60 melhores chefs do mundo em Madri

Biscoitos glaciais apresentados no evento - Madri Fusion/Divulgação
Biscoitos glaciais apresentados no evento
Imagem: Madri Fusion/Divulgação

Anelise Infante<BR>De Madri para a BBC Brasil

21/01/2008 15h11

As texturas, aromas e sabores que prometem revolucionar os restaurantes mais famosos do planeta começam a ser provadas nesta segunda-feira em Madri.

Os 60 melhores chefs do mundo se reúnem no congresso Madri Fusion com receitas vanguardistas que incluem Coca-Cola sólida, coração de peixe ou carvão de caroço de azeitona.

A reunião internacional tem como padrinho o cozinheiro espanhol Ferrán Adriá, eleito melhor chef do mundo, doutor honoris causa e inventor do nitrogênio líquido.

Como Adriá, a maioria dos cozinheiros que participam do Madri Fusion apostam no que chamam de minimalismo gastronômico, uma proposta de misturar tecnologia e criatividade para realçar matérias-primas tradicionais.

Na edição de 2008, que terminará na próxima quinta-feira, os destaques serão a nova cozinha nórdica (convidada deste ano), molhos à base de azeite de oliva, a Coca-Cola sólida em forma gelatinosa para sobremesa, corações de pescados com sangue coagulado do próprio animal e o uso de caroços de azeitona como brasa ecológica e aromática.

Todos os pratos serão ensinados aos mais de 600 inscritos de todos os continentes, que pagaram cerca de R$ 2 mil para aprender as receitas ao vivo.

Internet na cozinha
Outro destaque do congresso será a internet. Em quatro palestras, os chefs comentarão (dois minutos cada um) seu vínculo com a rede e as utilidades para a gastronomia internacional.

"A internet tem influência em todos os setores da sociedade, na cozinha não poderia ser diferente", disse o diretor do Madri Fusion, José Carlos Capel.

Os painéis terão como temas os menus e reservas online, blogs e a nova crítica gastronômica e a difusão de receitas, criações e intercâmbios através da rede.

Entre os chefs de mais prestígio internacional estão o italiano Fulvio Pierangelini, apelidado de "filósofo do sabor" e o francês Paul Pairet, que ensinarão truques e receitas no painel "Velhas cozinhas, criatividade entre Oriente e Ocidente".

Com as mãos
O congresso terá ainda conferências sobre a cozinha tradicional com antigos fornos de lenha, novidades da gastronomia asiática, agricultura orgânica, alimentos para o estado de ânimo, azeites essenciais na comida e formas de decoração e combinação de texturas, aromas e sabores chamadas de "jogos sensoriais".

Outro painel de destaque é a nova tendência refinada de comer com as mãos em restaurantes de luxo, que será explicada (e definida, de acordo com o tipo dos pratos) no último dia do evento.

Os chefs também ensinarão a fazer a "compra perfeita". Para isso, avaliarão os produtos de temporada e analisarão os ingredientes mais econômicos e que combinem para elaborar receitas criativas.

A palestra que mais expectativa está criando é a de Ferrán Adriá, na terça-feira. O chef espanhol vai explicar a simbiose entre os sabores doces e salgados.

Universa