PUBLICIDADE

Topo

Universa

Empresário alemão demite funcionários por não fumarem

10/01/2008 15h54

O proprietário de uma pequena companhia de tecnologia na cidade de Buesum, na Alemanha, está sendo processado por demitir três funcionários não-fumantes para substituí-los por fumantes.

Segundo o jornal alemão Hamburger Morgenpost, os funcionários, que já trabalhavam na companhia há cerca de dois anos e meio, foram demitidos depois de pedirem a criação de uma área específica para não fumantes na empresa.

O proprietário da empresa, Thomas Jenssen, disse que os três funcionários estavam "interferindo com a tranqüilidade da corporação" e que decidiu substituir os três por fumantes porque eles "se adaptariam melhor".

Jenssen está respondendo a processo por demissão sem justa causa.

Proibição

A Alemanha introduziu no dia 1º de janeiro a proibição ao fumo em bares e restaurantes, mas os alemães que trabalham em pequenos escritórios ainda podem fumar no ambiente fechado.

O dono da empresa, que tem dez funcionários, considera a proibição do fumo um ataque à liberdade individual. "Não posso ficar me preocupando com encrenqueiros. Estamos no telefone o tempo todo e é mais fácil trabalhar enquanto fumamos", disse Jenssen ao Hamburger Morgenpost.

"Todos sempre se queixam dos fumantes, agora o jogo mudou. Eu, pelo menos, agora só vou contratar fumantes." No entanto, depois de consultar um advogado, o dono da empresa evitou dar mais declarações ao diário de Hamburgo.

Um advogado trabalhista disse ao jornal alemão que os demitidos têm boas chances diante de um tribunal, já que "não podem ser punidos por terem defendido um direito, como o à saúde."

Universa