PUBLICIDADE

Topo

Ana Paula Xongani

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Crespo é arte! Conheça Laetitia Ky, que faz esculturas com os próprios fios

Laetitia Ky, a escultora de cabelos  - Reprodução/Instagram
Laetitia Ky, a escultora de cabelos Imagem: Reprodução/Instagram
Conteúdo exclusivo para assinantes
Ana Paula Xongani

Ana Paula Xongani é multiempresária: no Ateliê Xongani, de moda afro-brasileira, e também na empresa que leve o seu nome, de criação de conteúdo. Apresenta o programa Se Essa Roupa Fosse Minha, no GNT, sobre moda consciente. Fala com leveza e responsabilidade sobre temas sempre importantes para que todo mundo junto construa um mundo mais justo e acolhedor para todos, especialmente para as mulheres pretas. Ativismo afetivo, como costuma dizer.

Colunista de Universa

20/08/2021 04h00

Quero começar a coluna de hoje contando para quem ainda não sabe uma coisa importante. Cabelo crespo é arte! Arte pura! Com tantas especificidades incríveis, tem a capacidade, a facilidade e as possibilidades de ser lindamente moldado. Nas mãos de gente talentosa, é como se fosse argila na mão de um escultor.

Apesar de ser tudo cíclico e tendências irem e voltarem, tem sempre uma técnica nova, uma aplicação ancestral sobre essas técnicas e tudo o mais. Com a internet, conhecer tudo isso ficou muito mais fácil. Eu tenho a sensação de que pode aparecer uma técnica em qualquer lugar do mundo e, em pouco tempo, uma rede invisível de mulheres pretas vão aprender e reproduzir.

E falo isso por mim mesma, pois tenho no meu celular pastas e pastas com imagens de tranças do mundo todo. Eu estava mostrando pra minha cabeleireira, e ela: "Nossa, nossa, olha essa técnica. Essa eu nunca fiz, mas vou tentar". É muito rápida a absorção do conhecimento.

Enfim, esse cabelo maravilhoso que nós temos, hipermoldável, possibilita que essas artistas façam artes no cabelo — e isso é muito bonito, lindo demais.

Meu desejo é que este texto consiga traduzir para você o quanto trançar o cabelo, cortar o cabelo, deixar o "cabelo na régua", desenhar o cabelo, desenhar na cabeça, trançar com várias espessuras de tranças, com vários materiais (a galera é criativa num nível!) significa atingir um estado de arte mesmo. Seja um cabelo alto, um cabelo baixo, um cabelo grosso, um cabelo volumoso, um cabelo sem volume.

Por exemplo, quando você vir um cabelo trançado, saiba que elas são feitas uma a uma, milimetricamente dividida em quantidade igual de fios, super-harmônica. Ou quando você endreda o cabelo, que apenas com uma agulha de crochê você transforma o cabelo, gerando peso, comprimento.

É tanta arte que existe hoje uma mulher que é a expressão máxima disso: a Laetitia Ky, da Costa do Marfim, país localizado no continente africano.

Essa maravilhosa resolveu levar essa ideia de arte do cabelo ao extremo e faz esculturas com os dreads do próprio cabelo. Ela molda o que desejar com eles e aproveita para passar mensagens. Ela não apenas se diverte e exercita sua criatividade artisticamente, mas também faz ações políticas com o cabelo. Quando me deparei com ela, foi uma catarse.

Então, convido você a conhecê-la, ficar de olho no que ela faz e também no que propõe de reflexão a partir da arte que cria com o cabelo.

Aqui, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, ela recria um símbolo da luta feminista. No texto que acompanha a imagem, ela faz uma lista de coisas que urgentes para melhorar a vida das mulheres ao redor do mundo, como acesso à educação, fim de estigmatização dos seus corpos e suas características, fim das diferenças de criação e expectativas entre homens e mulheres, direitos reprodutivos, fim da violência sexual, e várias outras.

Neste, ela marca sua posição contra a mutilação da genitália feminina, que atinge cerca de 3 milhões de mulheres anualmente em vários países, com a intenção de reduzir as possibilidades delas sentirem prazer e, mais que isso, sentir dor, como forma de "evitar que traiam seus maridos".

Aproveite também para se inspirar e reconhecer os artistas que cuidam do seu cabelo também! Vamos nessa? Indica aqui nos comentários quem são eles!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL