PUBLICIDADE
Topo

Para homens ingleses, vida começa aos 54 anos, aponta pesquisa

Do UOL, em São Paulo

30/10/2013 11h39Atualizada em 30/10/2013 12h01

Com o passar das gerações, vemos adolescentes cada vez mais "velhos". Agora, uma clínica de tratamento capilar na Inglaterra fez uma pesquisa com mil homens sobre suas maiores inseguranças. A conclusão foi que os homens só passam a aproveitar a vida e a se sentir realmente adultos a partir dos 54 anos.

  • 15327
  • true
  • http://noticias.uol.com.br/enquetes/2013/10/30/a-vida-comeca-aos.js

Até lá, sua principal preocupação é não ser capaz de pagar pelo financiamento da casa própria, o que não os deixa ter uma vida estável. Em seguida, vêm o medo de ficar careca e o de perder o emprego. Nada muito distante do que vivemos no Brasil, não é? 

Aos 54 anos, os homens entrevistados revelaram se sentir "resolvidos e seguros" e mais "felizes e contentes" em vez de "estressados", como se descreviam antes.

Questões financeiras e a paternidade tardia são tidas como principais pressões para que as inseguranças, apontadas como juvenis, persistam por mais tempo. A idade média que um homem tem seu primeiro filho na Inglaterra é 32 anos, segundo a pesquisa.

Mas há exceções. Enquanto algumas preocupações levantadas pelos homens eram sobre "dentes feios", "uso de óculos" e "beber demais", outros confessaram que estavam preocupados com questões mais graves, incluindo o divórcio, a impotência e a pobreza.

Veja a lista das dez maiores preocupações dos homens:

  • Não ser capaz de pagar pelo financiamento da casa própria
  • Ficar careca
  • Perder o emprego
  • Ficar solteiro
  • Ter cabelo grisalho
  • Ficar com queixo duplo
  • Ter "peitinho"
  • Não ser capaz de ter recursos para se aposentar
  • Enfrentar problemas de saúde
  • Estar acima do peso

(Com Telegraph e Daily Mail)

Tilt