Topo

Terra é ameaçada por 1.400 asteroides, revela mapa da Nasa

Do UOL, em São Paulo

16/08/2013 06h00

A Nasa (Agência Espacial dos Estados Unidos) divulgou nesta semana um mapa retratando órbitas de 1.400 asteroides classificados como 'potencialmente perigosos'. As rochas gravitam próximas à órbita da Terra e também às de Vênus, Mercúrio, Marte e Júpiter.

LEIA MAIS

  • Nasa/Esa/Hubble Heritage Team (STScI/AURA)

    Álbum reúne imagens de asteroides, cometas e meteoros que passam pela Terra

  • Arte/UOL

    Veja até onde o homem chegou no espaço

Mas, apesar do uso do termo "perigosos", o mapa não deve ser motivo para gerar pânico na Terra, avisa a Agência.

"Os asteroides retratados são classificados como perigosos porque são razoavelmente grandes, com até 140 metros de extensão, e porque devem passar relativamente perto da Terra, a 7,5 milhões de quilômetros", explica comunicado.

A Nasa ressalta que nenhum desses mais de mil asteroides representa uma ameaça de impacto real ao planeta nos próximos 100 anos. Além disso, as estatísticas mostram que a probabilidade de grandes corpos caírem por aqui ocorre uma vez a cada 10 mil anos.

O mapeamento de asteroides é feito com frequência pelos cientistas e já ajudou o órgão norte-americano a detectar 95% dos asteroides que poderiam por a Terra em perigo - neste caso, rochas espaciais que têm pelo menos 1 quilômetro de extensão.

"Ao observar continuamente a rota desses asteroides podemos perceber quando suas órbitas são redefinidas e fazer previsões mais precisas sobre possíveis aproximações do planeta e eventual impacto", afirma a Agência.

Mais Tilt