PUBLICIDADE
Topo

Namorados mentem três vezes por semana para esconder sentimentos do parceiro

Do UOL, em São Paulo

12/06/2013 06h00

Beijos, mãos dadas e declarações de amor não são mais apenas sinais de afeto entre casais apaixonados. Na maioria das vezes, esses comportamentos escondem “pequenas mentiras” de pessoas que estão decepcionadas com o seu par, mostram pesquisadores dos Estados Unidos.

Pesquisa liderada por Sean Horan, do departamento de comunicação da Universidade DePaul, em Chicago, revelou que os namorados mentem para os parceiros ao menos três vezes por semana, camuflando seus verdadeiros sentimentos.

Junto com a professora Melanie Booth-Butterfield, da Universidade de West Virginia, ele entrevistou 124 pessoas, sendo 36 homens e 83 mulheres – cinco pessoas não quiseram definir seu sexo –, entre 18 e 52 anos. Para participar da pesquisa, era preciso ter um “relacionamento sério” há pelo menos três meses.

Segundo a dupla, quem usa as ‘mentiras de amor’ com frequência são aqueles que escondem sentimentos pessimistas sobre a outra parte do casal. "Eles querem salvar a pele e evitar situações embaraçosas ou entrar em alguma enrascada", explica.

Um dos voluntários disse “eu te amo” para a namorada desligar logo o telefone e ele não perder um jogo de basquete. Já uma garota mentiu sobre ter gostado do novo corte de cabelo da namorada para não desapontá-la.

"Usar afeição para mentir é uma atividade comum nas relações amorosas que as pessoas não levam muito a sério. Na verdade, essas ‘mentiras afetuosas’ podem até ajudar a manter esse relacionamento", opina Horan.

Tilt