Conteúdo publicado há 1 mês

IA de Elon Musk inventa 'notícia' sobre eclipse solar e ataque a Israel no X

Quando anunciou sua inteligência artificial (IA), Grok, Elon Musk destacou que uma das vantagens do chatbot em relação ao ChatGPT era sua capacidade de comentar eventos em tempo real, com base em "informações" atualizadas, presentes em sua rede social X (antigo Twitter). Contudo, a IA tem feito confusão entre o que é fato, piada e especulação, gerando fake news.

A IA, disponível para usuários premium do X, gerou uma "notícia" sobre o eclipse solar da última segunda-feira, 9, intitulada "Comportamento estranho do sol: especialistas perplexos". O texto diz que o astro tem gerado "preocupação e confusão generalizada entre o público geral", mencionando que algumas pessoas estavam relatando seu desaparecimento.

A "notícia" foi promovida oficialmente pela plataforma para contextualizar o eclipse solar, que pôde ser visto pelo público em países da América do Norte e se tornou um dos tópicos em alta durante a segunda-feira na rede social.

"Apesar da preocupação crescente do público, não houve declarações oficiais ou explicações de autoridades científicas sobre o estado atual do sol", afirmou o texto gerado por IA. Abaixo, em letras pequenas, há um aviso de que o Grok é um recurso inicial e que pode cometer erros.

O que fica evidente é que a inteligência artificial gerou a notícia falsa com base em piadas feitas por usuários do X sobre o eclipse solar, sem ser capaz de identificar o tom humorístico das postagens.

Na semana anterior ao eclipse, o Grok gerou outra fake news, na qual afirmava que o Irã havia lançado um ataque a Israel. A informação foi promovida oficialmente pela plataforma. Embora tenha havido tensões entre os países após um ataque de Israel ter matado dois generais iranianos, a retaliação do Irã nunca aconteceu.

As fake news geradas pela IA apareceram na seção "Explorar" da plataforma, servindo de texto de apoio para tópicos em alta (trending topics).

Antes da rede social ter sido comprada por Musk, o Twitter mantinha uma equipe de moderadores humanos, inclusive no Brasil, que fazia uma curadoria de notícias e produzia conteúdos para dar contextos aos acontecimentos. Após a compra da rede pelo bilionário, os editores humanos foram dispensados.

Recentemente, em 5 de abril, um dia antes de começar as provocações a Alexandre de Moraes, Musk postou: "Pressione o botão buscar para ver notícias em tempo real personalizadas para você, criadas por Grok AI".

Continua após a publicidade

Desde então, a plataforma passou a incorporar textos gerados pela IA, sem revisão humana, para contextualizar eventos em tempo real, com base no que é postado pelos próprios usuários.

Deixe seu comentário

Só para assinantes