Topo

Terremoto que causou acidente de Fukushima afetou gravidade terrestre

Satélite Goce, da Agência Espacial Europeia, detectou alteração na gravidade da Terra após o terremoto de 2011 no Japão. Na imagem pequena à esquerda, a gravidade sobre o Japão aparece alterada. Grandes terremotos não só deformam a crosta da Terra, mas também causam pequenas mudanças na gravidade local. A força da gravidade varia de local para local na superfície do nosso planeta - Esa/AP/Sergey Ponomarev
Satélite Goce, da Agência Espacial Europeia, detectou alteração na gravidade da Terra após o terremoto de 2011 no Japão. Na imagem pequena à esquerda, a gravidade sobre o Japão aparece alterada. Grandes terremotos não só deformam a crosta da Terra, mas também causam pequenas mudanças na gravidade local. A força da gravidade varia de local para local na superfície do nosso planeta Imagem: Esa/AP/Sergey Ponomarev

Em Paris

03/12/2013 13h47

O terremoto que atingiu o Japão em março de 2011 e que causou um maremoto e o acidente nuclear de Fukushima afetou também o campo gravitacional da Terra, divulgou nesta terça-feira a Agência Espacial Europeia (ESA).

O satélite Goce permitiu detectar que a catástrofe deixou "uma marca" na gravidade do planeta, a qual os cientistas seguem estudando para quantificar, explicou a ESA.

"Estamos trabalhando com uma equipe interdisciplinar para combinar os dados do Goce com outras informações para obter uma imagem melhor da ruptura no campo de gravidade em relação a que temos agora", declarou Martin Fuchs, cientista do Instituto de Pesquisa em Geodetecção da Alemanha (DGFI).

A ESA lembrou que há meses o satélite GOCE já havia "sentido ondas sonoras no espaço" que provinham desse terremoto de nove graus na escala Richter.

Tilt