Topo

Sonda acha novas evidências do passado 'molhado' de Marte

Em Paris

01/08/2013 10h46

A Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) divulgou nesta quinta-feira (1º) novas imagens de uma cratera de Marte na qual se observam mais evidências de uma presença anterior de água no planeta vermelho.

As fotografias foram tiradas em janeiro deste ano pela sonda europeia Mars Express, em funcionamento desde 2003, e mostram o que foram as áreas montanhosas de Marte, uma região alguns graus ao Sul do equador do planeta.

Nas fotografias se distingue uma cratera de 34 quilômetros de diâmetro com vários blocos de pedra que, segundo a ESA, se formaram com a sedimentação de partículas dissolvidas em água depois de uma inundação, deixando assim uma forma "caótica".

Outras evidências da presença de líquido nesta região são a marca de um pequeno e sinuoso rio, assim como vários deslizamentos de terra que poderiam ter sido formados pela presença de água que teria debilitado as paredes da cratera.

No entanto, não apenas a água teria intervindo na orografia (estudo do relevo) desta região, mas também erupções vulcânicas, como demonstram as cinzas que cobrem a parte esquerda da cratera.

Mais Tilt