Topo

Premiê russo destitui o diretor da Agência Espacial Russa

Em Moscou

10/10/2013 12h52

O primeiro-ministro russo, Dimitri Medvedev, destituiu nesta quinta-feira (10) Vladimir Popovkine, diretor da Roscosmos (Agência Espacial Federal Russa), anunciou seu porta-voz, depois de uma série de falhas neste setor estratégico.

Popovkine será substituído por um vice-ministro da Defesa, Oleg Ostapenko.

"Encarregou-se do setor espacial durante toda a vida, inclusive em postos militares, e agora cabe a você se encarregar do espaço em outra escala", disse o chefe de governo a Ostapenko em declarações reproduzidas pela televisão.

Ostapenko, de 56 anos, desenvolveu grande parte de sua carreira nos setores espaciais do Exército soviético e russo. Sua nomeação ocorre no contexto de uma ampla reforma do setor, após sofrer vários reveses.

O último deles foi a explosão de um foguete Próton, pouco após o lançamento do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, em 2 de julho. A investigação apontou falha humana como causa do acidente, pois três giroscópios foram montados ao contrário.

O vice-premiê-russo, Dimitri Rogozine, apresentou na quarta-feira ao presidente Vladimir Putin a reforma do setor, que deve estabelecer a distribuição de papéis na Roscosmos, agência encarregada de definir os programas espaciais e as empresas implicadas, as quais devem estar reagrupadas em uma holding.

Em abril, Putin havia anunciado que a Rússia iria investir cerca de 40 bilhões de euros em seus programas espaciais até 2020, fazendo deste setor uma prioridade para o país.

Mais Tilt