Chinesa Baidu lança Ernie 4.0 para rivalizar com GPT-4

PEQUIM (Reuters) - A gigante chinesa de tecnologia Baidu relevou nesta terça-feira a mais nova versão de seu modelo de inteligência artificial (IA) generativa, o Ernie 4.0, afirmando que as capacidades da tecnologia estão no mesmo nível das do modelo pioneiro GPT-4, da OpenAI, fabricante do ChatGPT.

O presidente-executivo da empresa, Robin Li, apresentou o Ernie 4.0 em um evento em Pequim, concentrando-se no que ele descreveu como as capacidades de memória do modelo e mostrando a tecnologia escrever um romance de artes marciais em tempo real. Ele também mostrou o Ernie 4.0 criando cartazes publicitários e vídeos.

Os analistas, contudo, não ficaram impressionados. Segundo Lu Yanxia, analista da consultoria de mercado IDC, o lançamento do Ernie 4.0 não trouxe grandes destaques em relação à versão anterior.

"Devemos ver melhorias significativas quando o Ernie 4.0 for utilizado na prática, mas as melhorias concretas não estão imediatamente claras", afirmou Lu.

Lu disse que outros anúncios importantes no evento incluíram a integração da IA generativa da Baidu em todos os seus produtos, incluindo o Baidu Drive e o Baidu Maps.

O executivo da companhia demonstrou como o Baidu Map agora permite que os usuários acessem funções com consultas em linguagem natural, alimentadas pelo Ernie, enquanto antes os usuários tinham que pesquisar entre milhares de opções.

A Baidu, proprietária do maior mecanismo de busca na internet da China, está na vanguarda dos modelos de IA no país, em meio a uma febre global pela tecnologia desencadeada pela introdução do ChatGPT no ano passado.

A empresa lançou um chatbot alimentado pelo Ernie em março, chamado ErnieBot, embora investidores tenham ficado desapontados ao ver apenas demonstrações pré-gravadas.

Em agosto, a Baidu foi uma das várias empresas a receber aprovação do governo chinês para o lançamento de produtos de IA ao público.

Continua após a publicidade

Durante o evento, o diretor de tecnologia da Baidu, Wang Haifeng, afirmou que o Ernie já acumulou 45 milhões de usuários desde que foi disponibilizado para uso público.

A China agora possui pelo menos 130 grandes modelos de linguagem (LLMs, na sigla em inglês), representando 40% do total global e ficando atrás apenas dos Estados Unidos, que têm 50%, de acordo com dados da corretora CLSA.

(Reportagem de Yelin Mo e Eduardo Baptista)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes