PUBLICIDADE
Topo

Anatel adia decisão sobre novo pedido da Oi para troca de multas por investimemntos

05/10/2017 19h57

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) adiou a análise de outro pedido da operadora Oi para acordo de conversão de multas por investimentos.

A deliberação sobre esse Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) estava pautada do conselho desta quinta-feira, mas foi adiada devido a pedido de vista do conselheiro Igor de Freitas.

A Anatel não informou qual o montante de multas que estava contemplado no pedido de acordo. Uma fonte a par do processo disse que o caso envolve de 1,5 bilhão a 2 bilhões de reais.

Um TAC semelhante, de cerca de 1,2 bilhão de reais em multas, está suspendo pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

A conversão de multas em investimentos faz parte da estratégica da Oi para tentar equacionar os mais de 10 bilhões de reais que a operadora deve à Anatel por conta de multas.

A solução desse débito é uma das chaves para que o processo de recuperação judicial da empresa seja bem sucedido.

Na terça-feira, o ex-ministro das Comunicações e membro do conselho de administração da empresa, Hélio Costa, após reunião com o presidente Michel Temer, disse que esperava chegar à assembleia de credores, marcada para 23 de outubro, com a questão da dívida bilionária com a Anatel solucionada

As ações da Oi encerraram as negociações desta quinta na B3 com baixa de 0,81 por cento.

(Por Leonardo Goy)