PUBLICIDADE
Topo

4G falhou? Veja dicas para descobrir o motivo e resolver a conexão

Getty Images
Imagem: Getty Images

Aurélio Araújo

Colaboração para Tilt, em São Paulo

29/01/2022 04h00

Para quem está fora de casa e sem acesso à conexão wi-fi, o sinal do 3G/4G é a única solução para se manter conectado. Porém, nem sempre ele funciona perfeitamente, o que causa problemas na comunicação e no acesso a dados que só estão disponíveis online.

É importante ter alguma estratégia para recuperar o acesso à internet nesses casos. Pensando nisso, Tilt preparou dicas para você identificar o causador de uma eventual falha — e como resolvê-la.

1. Quais as configurações do celular?

Se a internet móvel parou de funcionar, primeiro é preciso saber por quê isso aconteceu. Uma das prioridades deve ser averiguar se não é uma questão de acertar as configurações do próprio aparelho com o qual você está tentando acessá-la.

Se for um smartphone novo, por exemplo, pode ser que ainda tenha algo a ser configurado. Nesse caso, é preciso acessar o menu adequado e se reconectar à rede 4G:

  • iPhone

Se você estiver com um smartphone da Apple, basta acessar o menu "Ajustes" e, em seguida, tocar em "Celular" ou "Dados móveis". Quando este item está desativado, não há conexão móvel à rede de celular.

  • Android

Vá até o menu "Configurações". Depois, clique em "Mais configurações" e selecione "Redes móveis". Aí, se o aparelho for dual chip (ou seja, se comportar dois chips), selecione qual é o que deve ser usado para acessar a internet. Por fim, selecione a opção "Dados móveis" para ativar ou desativar a função.

Aliás, é válido lembrar que muitas pessoas costumam deixar a rede móvel desativada, ou mesmo usar o celular em "modo avião" para economizar o pacote de dados contratado. Portanto, fazer essa checagem também é importante para conferir se a internet não está desligada por sua própria opção.

2. Existe sinal de internet?

Nem sempre o problema estará no próprio smartphone. Por uma questão operacional, pode ser que a própria rede móvel esteja passando por instabilidades.

Há regiões em que sua conexão simplesmente não funcionará, porque não são totalmente cobertas pela sua operadora. Para evitar surpresas desagradáveis, antes de contratar um plano, é recomendável checar o Painel Cobertura Móvel preparado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Ele ajudará a entender quais as áreas cobertas pelas empresas que oferecem o serviço de 4G.

Mas, além disso, se você estiver numa área de ampla utilização de rede móvel, é possível que você não consiga se conectar devido à sobrecarga da frequência do sinal. Isso é comum em grandes centros urbanos, nos quais o fluxo de pessoas e empresas faz com que ocorram interferências e falhas.

Por fim, há locais em que o sinal simplesmente não consegue chegar até o seu aparelho. Locais fechados ou no subterrâneo, como edifícios com paredes grossas ou garagens, por exemplo, têm uma recepção de rede móvel muito ruim. Nesse caso, é melhor que você saia desses locais para tentar acessar o 4G.

Por conta disso tudo, teste se o celular está recebendo o sinal da operadora com testes de velocidade. Escolha uma das opções abaixo para fazer o teste.

  • O teste abaixo foi desenvolvido por Tilt, em parceria com o Melhor Plano.

Para avaliar os resultados do teste, verifique os índices do medidor, como "ping", "download" e "upload". Se o teste indicar números baixos, é sinal de que algo está errado. Nesse caso, entre em contato com a sua operadora — via aplicativo ou telefone — e, se necessário, fale com o suporte da empresa.

3. E as condições do seu chip?

Se o problema não está nem no smartphone, nem no local em que você se encontra, pode ser que a falta de sinal seja por causa do chip. Seu desgaste físico pode afetar o desempenho da conexão (como deixá-la instável), já que dificulta a leitura das informações pelo aparelho, interrompendo o sinal da operadora.

Caso o chip esteja desgastado, com riscos ou deformações, o único jeito é solicitar a troca com a operadora, mantendo a mesma linha telefônica.

Outro transtorno que pode resultar em conexão ruim é a má inserção do chip. Nesse caso, o reparo é simples: abra a bandeja de chips e acerte sua posição. Cada smartphone tem um jeito de abrir, mas normalmente é simples — na dúvida, confira o manual de instruções do seu celular.

Uma atenção especial no caso de celulares dual chip: confira se eles estão cada um no seu slot (conector) específico. Quando estão mal colocados, podem entrar em atrito e se desgastar.

4. Olhou os termos do plano?

Se você passou por todas as tentativas de ajuste sugeridas acima e nada parece funcionar, é bem provável que seu pacote de dados já tenha sido totalmente gasto. Há operadoras que continuam fornecendo sinal de internet nesse caso, mas com velocidade reduzida. Mas também há aquelas que optam por simplesmente cortar o acesso do consumidor.

Em tese, bastaria você renovar o seu pacote de dados junto à operadora. Mas, se isso ocorre de forma frequente, talvez seja o caso de reavaliar as suas necessidades de uso de internet móvel e, quem sabe, trocar seu plano. Sites como o Meu Plano reúnem os serviços oferecidos pelas empresas e fazem comparações, você pode conferir o que mais combina com a sua frequência de uso.

Ao buscar um plano, procure opções que façam sentido para você. Se você usa muito aplicativos de GPS, como o Google Maps e o Waze, busque planos em que eles não contem para o consumo de dados. O mesmo vale para o WhatsApp: há ofertas de internet móvel que não o contabilizam como parte do pacote.

Por fim, se for o caso de melhorar o acesso à rede móvel de toda sua família, consulte opções promocionais que contêm ofertas conjuntas a partir de três linhas. Pode ser que seja a opção mais econômica para o seu bolso.

Nota de transparência: a Melhor Plano, empresa que promove o teste de velocidade, em geral oferece outras opções de pacote de telefonia após o teste. Caso você faça a compra a partir da sugestão deles, o UOL receberá uma pequena remuneração pela indicação.