PUBLICIDADE
Topo

Claro tem internet móvel mais rápida do Brasil; Vivo lidera em rede fixa

Claro tem internet móvel mais rápida do Brasil - Frederik Lipfert/Unsplash
Claro tem internet móvel mais rápida do Brasil Imagem: Frederik Lipfert/Unsplash

Felipe Mendes

Colaboração para Tilt, de São Paulo

19/01/2022 13h56

A Claro seguiu como a operadora com a internet móvel mais rápida do Brasil no quarto trimestre de 2021, segundo relatório divulgado pela Ookla, empresa norte-americana responsável pelo teste de velocidade Speedtest. De acordo com o levantamento, a companhia alcançou a média de velocidade de download mais rápida do país, com 71,16 Mbps (megabits por segundo).

Em segundo lugar aparece a Vivo, com 31,9 Mbps, seguida por TIM (28,2 Mbps) e Oi (21,64 Mbps).

Para fazer o levantamento, a Ookla analisa resultados gerados por testes de consumidores feitos nos aplicativos Speedtest (para os sistemas operacionais iOS e Android) das principais operadoras de telefonia que atuam nos países em que ela atua.

A nota em relação à velocidade é calculada a partir da média de desempenho entre download e upload, levando em conta diferentes os tipos de rede (2G, 3G e 4G).

5G

A tecnologia 5G ainda será implantada em larga escala no Brasil, mas algumas operadoras já iniciaram seus testes.

Nesse processo, a Claro liderou as primeiras medições no país, com performance média de 71,1 Mbps para download na rede móvel.

Em segundo lugar ficou a TIM, com 56,2 Mbps, seguida pela Vivo, com 55,9 Mbps.

A Ookla também divulgou o ranking de latência na internet móvel — quanto menor esse número, mais rápido as respostas:

  1. TIM - 27 milissegundos (ms)
  2. Claro - 28 ms
  3. Vivo - 30 ms
  4. Oi - 32 ms

O levantamento também mostrou que o Brasil caiu duas posições na média de velocidade de internet móvel, passando da 76ª para a 78ª posição no ranking, que conta com 138 países.

O Brasil registrou média de 23,22 Mbps para download na rede móvel durante o quarto trimestre do ano passado.

Banda larga fixa

De acordo com o mesmo levantamento, a Ookla observou qual a banda larga fixa mais rápida do Brasil no quarto trimestre de 2021 com base em seus testes. Confira o ranking

  1. Vivo, com velocidade média registrada de 105,4 Mbps
  2. Oi, com 99,62 Mbps
  3. Claro, com 98,44 Mbps

Com relação à latência, a Oi registrou o melhor resultado na banda larga fixa, com média de 4 milissegundos. A segunda colocada foi a Vivo, com 5 ms, e a Claro, com 12 ms.

Na média geral, o Brasil ficou na 35ª colocação do ranking global, com a velocidade média para download na banda larga fixa ficando em 85,28 Mbps. A latência média da internet banda larga do país foi de 5 milissegundos no quarto trimestre do ano passado.

Quer saber a quantas anda a sua internet? Nós temos um teste para medir a velocidade da sua internet:

Ranking por cidades

Brasília foi considerada a cidade com a internet mais rápida do país no quarto trimestre do ano passado, tanto para internet móvel quanto para banda larga fixa.

A capital do país registrou velocidade média de download de 35,08 Mbps no período, com crescimento na comparação com a velocidade média registrada no terceiro trimestre, que ficou em 31,44 Mbps.

Veja todos os colocados, segundo o relatório:

Internet móvel

  1. Brasília
  2. Curitiba (30,30 Mbps)
  3. Rio de Janeiro (26,23 Mbps)
  4. São Paulo (26,12 Mbps)
  5. Salvador (24,44 Mbps)
  6. Belo Horizonte (23,55 Mbps)
  7. Goiânia (21,99 Mbps)
  8. Recife (20,78 Mbps)
  9. Fortaleza (20,18 Mbps)
  10. Manaus (19,14 Mbps).

Internet fixa

  1. Brasília (105,01 Mbps para download)
  2. Goiânia (102,93 Mbps)
  3. Belo Horizonte (94,81 Mbps)
  4. Manaus (94,55 Mbps)
  5. Curitiba (93,28 Mbps)
  6. São Paulo (93,23 Mbps)
  7. Fortaleza (89.87 Mbps)
  8. Rio de Janeiro (89,86 Mbps)
  9. Salvador (75,53 Mbps )
  10. Recife (70,82 Mbps)

*Nota de transparência: a Melhor Plano, empresa que promove o teste de velocidade, em geral oferece outras opções de pacote de telefonia após o teste. Caso você faça a compra a partir da sugestão deles, o UOL receberá uma pequena remuneração pela indicação.