PUBLICIDADE
Topo

Internet lenta? Confira seis dicas para melhorar sua conexão

Getty Images
Imagem: Getty Images

Aurélio Araújo

Colaboração para Tilt, em São Paulo

21/01/2022 04h00

Problemas na velocidade da internet são comuns e podem ser causados por diferentes motivos. Durante os períodos de chuva, tradicionais de janeiro em boa parte do Brasil, a instabilidade e lentidão da rede pode agravar ainda mais. Em mais um ano de pandemia, o alto volume de dispositivos conectados também pode ser responsável pela rede mais lenta.

Se você anda com problemas de conexão, Tilt preparou algumas dicas para ajudar você a identificar possíveis motivos e como resolvê-los.

1. Teste a velocidade da sua internet

A primeira coisa que deve ser feita antes de verificar se a sua rede ou equipamento tem algum problema é medir a velocidade da internet que seu provedor está oferecendo.

Separamos algumas opções. Escolha a que você mais gosta e analise os resultados. Para aprender a avaliar os resultados do teste, clique aqui e entenda o que querem dizer termos apontados pelo medidor, como "ping", "download" e "upload".

  • O teste abaixo foi desenvolvido por Tilt, em parceria com o Melhor Plano.

Muito bem. Se o resultado no medidor apontar que o serviço da operadora não está de acordo com o que você contratou, entre em contato com a empresa para verificar o que pode ser.

Lembre-se que o provedor, segundo as regras da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), é obrigado a fornecer pelo menos 80% da taxa de transmissão média e a velocidade não pode ser inferior a 40% do estabelecido no contrato.

2. Veja se os equipamentos estão em dia

Caso esteja tudo ok com o serviço de internet, é hora de avaliar outros possíveis motivos para a lentidão. Por isso, verifique os equipamentos usados para fazer a rede funcionar.

Se, por exemplo, você está usando a internet por meio de um smartphone, é preciso que você verifique se a frequência da sua rede está compatível com o modelo do telefone. Para fazer essa checagem, acesse as configurações do celular e avalie a potência do sinal.

Já se você estiver utilizando um notebook, há um cuidado extra. Notebooks mais novos não costumam ter esse problema por utilizarem receptores de conexão mais recentes. Porém, se o seu computador for mais antigo, existe a possibilidade de que ele não esteja recebendo toda a qualidade do seu sinal de internet. A consequência disso é que a velocidade da conexão fica reduzida.

Além de smartphone ou notebook, você também precisa de um roteador para a internet wi-fi. Por isso, confira se esse aparelho está bem posicionado na sua casa. Cheque se as antenas estão desbloqueadas para emitir sinal para todo o ambiente, sem serem atrapalhadas por barreiras físicas (como paredes, móveis ou outros aparelhos eletrônicos, que podem causar alguma interferência).

Aliás, vale ressaltar que roteadores se desgastam com o tempo. Aparelhos mais antigos podem deixar de ser compatíveis com as novas e crescentes velocidades de internet oferecidas pelos provedores.

Mesmo com um bom plano de banda larga, um roteador mais antigo pode se tornar uma dor de cabeça, gerando lentidão na sua conexão. Se esse for o caso do seu aparelho, considere trocá-lo.

3. Revise os softwares instalados

Uma vez que você já conferiu o hardware (ou seja, os dispositivos físicos), é hora de revisar os seus softwares, que são os programas e aplicativos que estão instalados nos seus aparelhos. Isso é importante porque alguns deles utilizam muito da sua conexão.

Em geral, estamos falando de softwares que fazem transmissões de imagens e vídeos, característica que faz com que eles consumam muito da rede de banda larga. Muitas vezes, mesmo em segundo plano, eles seguem usando a rede. Ainda que a transmissão de dados seja amenizada, isso pode sim afetar a velocidade da sua conexão.

4. Utilize um bom antivírus

O uso de antivírus de qualidade é primordial para todos que possuem aparelhos conectados à internet. Em primeiro lugar, pela segurança que podem proporcionar a você, protegendo dados sensíveis que estejam registrados no seu notebook ou celular. Mas também porque a ausência dele ou um antivírus de má qualidade podem prejudicar a velocidade da conexão.

É importante conferir, portanto, se o antivírus que você utiliza não está impedindo algumas páginas de serem abertas. Às vezes, links seguros são marcados como perigosos, num excesso de precaução do software. Isso pode levar você a pensar que o problema é a conexão, enquanto, na verdade, o próprio antivírus impede que a página seja carregada.

Mas, novamente, vale ressaltar a importância de ter esses softwares de combate a vírus. Eles impedem que malwares invadam seu computador, o que pode acarretar tanto no roubo de dados quanto no consumo da sua banda larga no processo, tornando sua experiência na internet mais lenta.

5. Reavalie seus plugins

É normal instalar plugins no seu navegador, já que eles oferecem vantagens para que você realize suas atividades online. No entanto, eles também são responsáveis por consumir a banda larga. Estando sempre ativos, transmitindo dados, ajudam a compor o seu consumo de internet diário.

Dessa forma, vale a pena refletir se você necessita deles em todos os momentos. Se a resposta for não para pelo menos alguns deles, desative-os nas configurações do navegador de internet que você utiliza e confira se sua velocidade de conexão melhora.

Você pode reativá-los a qualquer momento, sem maiores problemas, assim que de fato precisar deles.

6. Faça a faxina

Se, na vida offline, precisamos de tempos em tempos limpar o ambiente em que vivemos e trabalhamos, o mesmo é válido para a internet. Claro, no caso do online, não se trata de uma faxina literal, mas de uma limpeza de arquivos desnecessários que podem também estar atrapalhando a velocidade da sua internet.

Para fazê-lo, limpe itens como históricos de buscas, caches de navegação e pastas e softwares desnecessários. Busque repetir esse ritual de forma periódica, como uma faxina mesmo. Fazendo isso, você se livra de uma série de elementos que podem tanto tornar mais lenta sua velocidade de conexão como também deixar os seus aparelhos eletrônicos mais lentos.

Nota de transparência: a Melhor Plano, empresa que promove o teste de velocidade, em geral oferece outras opções de pacote de telefonia após o teste. Caso você faça a compra a partir da sugestão deles, o UOL receberá uma pequena remuneração pela indicação.