PUBLICIDADE
Topo

Google lança 4 novos recursos para controlar dados e ter mais privacidade

Jen Fitzpatrick apresenta ferramentas de privacidade e segurança do Google no Google I/O 2021 - Divulgação
Jen Fitzpatrick apresenta ferramentas de privacidade e segurança do Google no Google I/O 2021 Imagem: Divulgação

Letícia Naísa

De Tilt, em São Paulo

19/05/2021 08h00

O Google, uma das empresas que mais reúnem dados sensíveis, parece ter notado a pressão e anunciou novas ferramentas para termos algum controle sobre os dados que a gigante da tecnologia coleta. Em 2019, veio uma ferramenta que permite apagar automaticamente tudo o que ela guarda sobre você. Agora, na conferência Google I/O deste ano, implementou mudanças para que você possa "fazer mais com menos dados".

Gerenciador de senhas

Google IO - Reprodução - Reprodução
Google IO
Imagem: Reprodução

Diante dos constantes vazamentos, veio um novo gerenciadores de senhas, agora mais integrado ao Android e com a possibilidade de importar senhas de outros gerenciadores. No Google Chrome, é possível usar uma ferramenta gratuita que cria uma senha única para cada login.

A nova versão da ferramenta também trará alertas automáticos quando uma senha for comprometida.

Apagar busca

Google IO - Reprodução - Reprodução
Google IO
Imagem: Reprodução

Que atire o primeiro smartphone aquele que nunca abriu uma aba anônima para fazer uma pesquisa embaraçosa no Google. Tem coisa que seria difícil de explicar se alguém tivesse acesso ao seu histórico de busca, certo?

Seus problemas acabaram! O Google vai permitir aos usuários apagar os últimos 15 minutos de busca por meio do menu da conta Google.

Pastas bloqueadas

Google IO - Reprodução - Reprodução
Google IO
Imagem: Reprodução

O Google Fotos vai ganhar uma nova ferramenta: as pastas bloqueadas (Locked Folder). A ideia é que você possa criar uma pasta protegida por senha ou por biometria. O conteúdo não é exibido no dispositivo nem em álbuns compartilhados.

Histórico de localização

Google IO - Reprodução - Reprodução
Google IO
Imagem: Reprodução

Tem quem tome um susto toda vez que o celular apita perguntando se você gostou de um lugar que acabou de visitar. É verdade, o Google sempre sabe onde estamos. Se estamos carregando um telefone com a conta logada, ele sabe cada movimento que fazemos.

É possível desativar o histórico de localização do Google por meio da linha do tempo no Maps. A função fica meio escondida e não é todo o mundo que sabe onde achá-la. Com a atualização, o próprio Google vai te lembrar que está mostrando os lugares que você visitou porque seu histórico de localização está ativado. Na hora, o usuário poderá desativar a ferramenta na linha do tempo.