PUBLICIDADE
Topo

Do quintal de casa, fotógrafo faz imagens da ISS à frente do Sol e da Lua

ISS passa em frente ao Sol e a Lua em registros feitos pelo fotógrafo Andrew McCarthy - Reprodução/Instagram
ISS passa em frente ao Sol e a Lua em registros feitos pelo fotógrafo Andrew McCarthy Imagem: Reprodução/Instagram

Mirthyani Bezerra

Colaboração para Tilt

06/11/2020 11h59

O fotógrafo Andrew McCarthy conseguiu capturar o momento em que a ISS (Estação Espacial Internacional, na sigla em inglês) apareceu na frente do Sol e da Lua. O registro foi publicado no Instagram dele, com direito a fotos em alta resolução e vídeos. As imagens foram feitas em Sacramento, na Califórnia (EUA).

Capturar o exato momento em que a ISS se alinhou aos astros não é uma tarefa fácil, porque a ISS atravessa o Sol e a Lua em menos de um segundo da perspectiva de alguém na Terra. Claro que as duas imagens foram feitas em momentos e dias distintos.

A primeira, do Sol, foi tirada no dia 6 de outubro. Já a segunda, da Lua, foi feita uma semana depois, no dia 14 de outubro.

Segundo ele, os registros simultâneos foram possíveis graças a planejamento e a dois telescópios diferentes. Na postagem da ISS passando na frente do Sol, feita no Instagram, McCarthy conta que a foto foi capturada do quintal da casa dele.

Ele explica que usou simultaneamente dois escopos: um com um filtro de luz branca para detalhes da ISS e outro com um telescópio solar de hidrogênio alfa para detalhes de superfície.

"Ao misturar as imagens, obtenho um instantâneo nítido e detalhado do trânsito", disse.

Já sobre a foto da ISS passando na frente da Lua, ele conta que passou horas procurando o lugar adequado para capturar a imagem, e acabou montando o equipamento fotográfico na beira da estrada "na esperança de capturar algo que nunca tinha visto antes".

E ele conseguiu: "A ISS, iluminada pela luz do dia, transitando por uma lua crescente fina como uma navalha", descreve.

McCarthy esclarecesse na postagem que tudo foi capturado em vídeo, com alta taxa de quadros, e costurado em um mosaico completo da Lua após a passagem ser concluída. "Foi então mesclado com fotos capturadas antes do sol nascer para obter o "brilho da terra" que você vê no lado escuro da Lua", explica.