PUBLICIDADE
Topo

Em tempo de coronavírus, mantenha-se são; veja apps que ajudam a meditar

iStock
Imagem: iStock

Laura Martins

Colaboração para Tilt

19/04/2020 04h00

A pandemia de coronavírus e a consequente quarentena que estamos vivendo trouxe à tona muitas discussões importantes, e ua delas é sobre saúde física e mental. Estar em casa todo o tempo pode aumentar a preocupação, o estresse e a ansiedade.

A meditação é uma técnica que ajuda a acalmar os ânimos e a se reencontrar. A tecnologia ajuda —e muito— nessa atividade tanto para quem já é um expert quanto para quem quer começar agora. Veja a lista que Tilt preparou com seis diferentes aplicativos e fique mais tranquilo.

Lojong

lojong app meditação - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

A primeira coisa que encanta no Lojong é o seu design —fácil de usar e muito bonito. Após fazer um pequeno cadastro (também é possível se conectar por meio do Facebook), a página inicial dá a opção de vários programas diferentes, como Cultivando o Hábito (21 dias), Acolhendo a Ansiedade (oito etapas) e até Mindfulness em Família. Ao clicar em uma opção, ele dá uma breve explicação e dicas de como aproveitar a jornada da melhor maneira possível.

Após o play, ele também dá algumas instruções por voz e inicia a meditação guiada. O app também tem função de timer para quem quer fazer a meditação sozinho, mas quer ter o tempo cronometrado.

Uma das funções mais bacanas, para mim, é o Diário da Gratidão. Nele, o usuário escreve sobre as coisas pelas quais se sente grato na vida —uma ação que ajuda a cultivar o bem-estar emocional e a regular o estresse.

O aplicativo gratuito não deixa nada a desejar, mas quem quiser investir R$ 99 por ano tem acesso a todas as meditações e etapas das jornadas, pode ouvir as meditações guiadas offline e recebe acesso a vídeos exclusivos.

  • Disponível para iOS e Android
  • Gratuito (com opção paga)

Insight Timer

Insight times app meditação - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O Insight Timer é bastante organizado e tem, além das meditações, músicas, podcasts de assuntos relacionados e conteúdos voltados ao sono, para iniciantes ou contra o estresse.

Um diferencial em relação a outros aplicativos é a possibilidade de aceitar mais de um idioma, aumentando consideravelmente o número de materiais disponíveis. Você pode ter acesso a materiais em inglês e português ao mesmo tempo, por exemplo.

Por outro lado, ele funciona como um "Spotify da meditação". Ou seja, qualquer pessoa que tenha uma conta pode postar o que desejar. Então, apesar de ter muita coisa boa, também tem coisas ruins.

O aplicativo tem uma comunidade, onde os usuários podem ver o que as outras pessoas estão praticando e há quanto tempo está usando o timer. Ele mostra também quantas pessoas usam o aplicativo, quantas entraram no dia e quantas estão praticando a meditação no momento.

  • Disponível para iOS e Android
  • Gratuito (com opção paga)

Headspace

Headspace app meditação - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O Headspace é um pouco mais personalizado. Ao entrar pela primeira vez no aplicativo, ele faz algumas perguntas para conhecer melhor o perfil do usuário: qual o foco (trabalho e produtividade, desenvolvimento pessoal, estresse e ansiedade, entre outros), se já tem alguma experiência anterior com meditação e quando gostaria de meditar (na parte da manhã ou noite, e em que momento exato).

Em seguida, ele mostra qual a jornada mais apropriada para o momento e pergunta se deseja iniciar ali mesmo ou em outro horário. Além disso, tem uma funcionalidade chamada Momento de Atenção —notificações com frases para ajudar no dia a dia.

Por outro lado, esse é um dos aplicativos com menos funções gratuitas. A biblioteca gratuita é menos vasta e o preço é em dólar (e pode ficar um pouco salgado com a instabilidade econômica que estamos vivendo).

  • Disponível para iOS e Android
  • Gratuito (com opção paga)

Zen

Zen app meditação - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O Zen chama atenção, pois logo após a página inicial, o menu traz conteúdo de pessoas conhecidas, desde Monja Coen até a influenciadora Mari Moon. Mas, essas meditações só estão disponíveis na versão premium.

É preciso ir à terceira opção para encontrar materiais gratuitos, que também não deixam a desejar. Os programas são divididos em temas como populares, insônia, ansiedade, relaxamento, entre outros. Ele também tem uma área de terapias, com meditações específicas para sentimentos e emoções.

Assim como o Headspace, a maior parte do conteúdo é pago, o que pode ser ruim para quem quer explorar todo o aplicativo, mas o preço está em real (R$ 119,99 ao ano). Uma função simples e bacana são as frases motivacionais que podem ser lidas gratuitamente.

  • Disponível para iOS e Android
  • Gratuito (com opção paga)

Calm

Calm app meditação - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O aplicativo Calm, além das meditações, tem uma área para que o usuário coloque como está se sentindo e, assim, possa acompanhar seus dias com o histórico gerado (colocando tags e comentários, se desejar). Algumas das músicas estão disponíveis na versão gratuita —algo que não é tão comum nos outros aplicativos.

Ele também tem histórias para dormir —para adultos e para crianças— mas, para acessar a maior parte delas, é necessário pagar o premium. Grande parte das meditações e programas completos também pedem o upgrade.

Uma função interessante é a "bolha da respiração": o usuário escolhe por quantos minutos quer fazer o exercício e o aplicativo diz quando deve ser feita a inspiração, quando prender e quando soltar a respiração.

  • Disponível para iOS e Android
  • Gratuito (com opção paga)

Stop, Breath and Think

Stop, Breath and Think app meditação - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Essa opção, infelizmente, só é válida para quem entende inglês. O Stop, Breath and Think tem um design lindo e é interessante para quem não se importa com a barreira do idioma (alguns conteúdos também estão disponíveis em espanhol). Ele tem mais de uma opção de voz para as jornadas —mas é necessário pagar para isso.

Um dos diferenciais, na minha opinião, são os programas que focam no dia e não necessariamente nos sentimentos. Eles têm, por exemplo, um conteúdo específico para quem está caminhando na rua.

Além disso, o usuário pode ver o seu progresso (quantos dias entrou no aplicativo e quantas horas de meditação) e dizer como se sentia antes e após a meditação feita.

  • Disponível para iOS e Android
  • Gratuito (com opção paga)

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS