PUBLICIDADE
Topo

Isolado? Veja apps para malhar e fazer exercícios em casa na pandemia

Racool Studio/Freepik
Imagem: Racool Studio/Freepik

Laura Martins

Colaboração para Tilt

19/03/2020 16h40

A pandemia do coronavírus mudou a rotina de todas as pessoas no mundo. O isolamento social é essencial para que a propagação do vírus diminua e a infecção deixe de atingir tantas pessoas.

O lado ruim é que estamos deixando de visitar amigos e familiares, trabalhando em home office sempre que possível e, claro, deixando de ir em lugares como a academia de ginástica.

Mas existem alternativas! Tilt preparou uma lista de aplicativos para que você possa se exercitar dentro de casa enquanto espera essa crise passar ou reduzir! Confira:

Nike Training Club - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Nike Training Club

O Nike Training Club é um dos aplicativos mais famosos para se exercitar em casa. Após fazer o login, é necessário responder duas perguntas para que ele possa entender o perfil: homem ou mulher, e quantas vezes por semana está acostumado a treinar.

Em seguida, você pode buscar o treino que deseja. O aplicativo é bastante organizado. Ele mostra, primeiro, exercícios que acredita serem indicados ao seu perfil e, embaixo, novos treinos disponíveis.

Também é possível procurar treino de acordo com equipamentos, tipo ou grupo muscular. Antes de iniciar a aula, o usuário tem acesso ao tempo de treino, sua intensidade e nível. O app também organiza todos os treinos já feitos anteriormente, qual o seu histórico e conquistas.

Freeletics Bodyweight - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Freeletics Bodyweight

Assim como o aplicativo da Nike, o Freeletics Bodyweight começa com perguntas ao usuário. Mas, mais direcionadas: é preciso dizer quais os três principais focos ao usar o aplicativo (ganhar força, perder peso, aumentar a resistência, melhorar o condimento físico e aliviar estresse). Em seguida, ele pede que você avalie seu nível de condicionamento e como gostaria de treinar (usando peso corporal, correndo ou com barra e pesos).

Ele apresenta diferentes séries de exercícios que vão desde abdominais até agachamentos e exercícios com pesos. Um ponto negativo, para mim, é que o aplicativo tenta te levar aos planos Premium de qualquer maneira, deixando as opções um pouco confusas.

Na versão paga (R$ 194,99 por semestre), ele te apresenta treinos de 12 semanas com acompanhamento de coach e planos de refeição personalizados.

  • Gratuito (com versão paga)
  • Disponível para iOS e Android

BTFIT - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

BTFIT

O app criado pela Bodytech está com todas as suas funções gratuitas até o dia 31 de março, para que as pessoas não precisem ir à academia no período de pandemia do coronavírus.

Um dos grandes diferenciais é que, além de ter acesso a treinos específicos, é possível acompanhar pelo celular as aulas da Body Tech em diferentes modalidades, como ballet fitness, yoga, cardio dance, entre outros. O aplicativo tem ainda programas de treinamento específicos e com nomes curiosos, como "Mamãe fitness", "7 dias insanos" e "Seca tudo em cinco dias", entre outros.

Uma das funções mais legais é a possibilidade de espelhar os vídeos das aulas para a televisão, para facilitar o acompanhamento das aulas. Também é possível fazer download para ver as aulas offline.

  • Gratuito (por tempo limitado)
  • Disponível para iOS e Android

5 minutos de Yoga - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

5 minutos de Yoga

Bem mais básico do que os outros aplicativos e bastante fácil de usar, o app possui diversas aulas curtas (como o nome já diz, de cinco minutos) de yoga. Em vez de vídeos, ele tem uma ilustração da posição e uma explicação em texto sobre como ela deve ser feita.

Uma boa funcionalidade é o timer. Ao clicar no play, o aplicativo começa uma contagem regressiva de 40 segundos para cada posição e, em seguida, apita um alarme. Ele tem versão paga (R$ 5,49 por mês ou R$ 19,99 por ano) que desbloqueia outros treinos, além de incluir músicas nas sessões.

  • Gratuito (com versão paga)
  • Disponível para iOS e Android

J&J Official 7 Minute Workout - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

J&J Official 7 Minute Workout

A Johnson & Johnson criou um aplicativo para quem tem pouco tempo para fazer atividades físicas. Com exercícios de sete minutos, eles explicam movimentos simples, como agachamentos e polichinelo.

Uma preocupação da empresa ao fazer o app foi incluir alongamentos antes de iniciar o programa (mas o usuário pode decidir pular essa parte, caso prefira).

O maior ponto negativo é de que o aplicativo está disponível em inglês, e as explicações podem não ser tão fáceis para quem não fala o idioma.

  • Gratuito (com versão paga)
  • Disponível para iOS e Android

queima diaria - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Queima Diária

Este oferece vídeo-aulas em streaming, como se fosse um "Netflix" fitness —Mamãe Sarada, Adeus Dor nas Costas, Bumbum na Lua, Barriga Negativa, Power Hiit e Desafio Yoga são alguns dos programas do catálogo de mais de 450 opções.

As aulas podem ser assistidas pelo computador, pelo aplicativo ou até pela Smart TV.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado no texto, o aplicativo J&J Official 7 Minute Workout não está disponível em português. Ele só funciona em inglês. O texto foi corrigido.