PUBLICIDADE
Topo

Pesquisadores conseguiram comprar 530 mil senhas de usuários do Zoom

Videoconferência no Zoom - Divulgação
Videoconferência no Zoom Imagem: Divulgação

De Tilt, em São Paulo

14/04/2020 11h06

Pesquisadores em segurança cibernética da Cyble encontraram e compraram 530 mil senhas à venda na dark web, segundo a Bleeping Computer.

Boa parte dos acessos às contas estava sendo vendida por menos de US$ 0,01 em fóruns de hackers para serem usados nos golpes chamados Zoomboombing, em que hacker entram em reuniões com o objetivo de tirar sarro e ofender pessoas.

As contas pertenciam a instituições, universidades e empresas como Citibank e Chase.

Embora o Zoom venha enfrentando problemas de privacidade e segurança ao longo da crise causada pela pandemia do coronavírus, a venda e distribuição dessas senhas não significam que o aplicativo foi hackeado.

Os acessos foram obtidos em hacks anteriores e os invasores apenas tentaram a sorte ao replicar uma senha que já havia sido utilizada anteriormente.

Para prevenir esse tipo de ocorrência, vale a pena trocar as senhas periodicamente e evitar o uso do mesmo acesso em diferentes locais.