PUBLICIDADE
Topo

Novo iPhone vai se chamar SE e pode ser lançado até este sábado

Película de proteção para um suposto novo iPhone foi divulgada  - Reprodução
Película de proteção para um suposto novo iPhone foi divulgada Imagem: Reprodução

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt

03/04/2020 16h24

O iPhone 9 vai se chamar iPhone SE —uma versão 2020 do smartphone de 2016— e deve ser lançado até este sábado (4). É o que garante um texto publicado nesta sexta-feira (3) no site 9to5Mac, conhecido por divulgar rumores confiáveis do universo Apple. A empresa não confirma oficialmente.

De acordo com as fontes do site, os preços do iPhone SE na loja norte-americana devem começar em US$ 399 (o iPhone 8 hoje custa a partir de US$ 449). Provavelmente por um ato falho da Apple, alguns acessórios para o novo modelo chegaram a ser anunciados lá, corroborando um lançamento iminente.

Uma película (que serviria para iPhones SE, 7 e 8; todos com tela de 4,7 polegadas) e até uma opção de plano Apple Care para iPhone SE estavam no site oficial até quinta (2), quando vazaram nas redes sociais. A empresa, então, removeu as menções ao novo aparelho.

Apesar de um lançamento em um final de semana, sem anúncio prévio, não ser comum no mercado de tecnologia ou na Apple, dois motivos podem ter contribuído para uma antecipação.

Um deles é o evento de lançamento do aguardado chinês OnePlus 8, no dia 14 de abril, que seria um dos principais concorrentes do novo modelo. O outro é o fechamento de fábricas da Apple na Índia, um dos mercados emergentes em que a empresa está de olho, em decorrência da pandemia de coronavírus.

Segundo o 9to5Mac, o aparelho virá nas cores branco, preto e vermelho (PRODUCT Red), com armazenamento de 64 GB, 128 GB ou 256 GB, tela de 4,7 polegadas, 3 GB de RAM e carregamento wireless. Uma versão plus, com tela de 5,5 polegadas, pode ser lançada posteriormente este ano. As capinhas originais comercializadas serão: silicone preto, silicone branco, couro vermelho, couro preto e couro azul escuro.

O iPhone SE (2020) vem para o ocupar o posto de modelo de entrada dos smartphones Apple, com preços mais baixos que os da linha 11 e até que do iPhone 8.

Ele é construído com base no iPhone 8, com algumas melhorias de hardware, como bateria e processador —deverá ser o A13, o mesmo usado nos iPhones 11, que é duas gerações superior ao da linha 8 (A11). Ele não contará com 3D Touch —a tecnologia de comandos na tela por pressão dos dedos. O botão home será "físico" mas com a tecnologia Touch ID, o que ajuda a poupar bateria.

A proposta é a mesma do antigo iPhone SE, que em 2016 tinha o corpo do iPhone 5s mas com componentes do 6s. Era na época o celular mais barato da empresa, com bom desempenho. O alvo de mercado são usuários de modelos mais antigos, como o 6 ou 7, que com o passar dos anos vão parando de receber atualizações de software.

Mas, de acordo com Jon Prosser, do canal de Youtube FrontPageTech, o novo iPhone será lançado no dia 15 de abril (um dia após o anúncio do OnePlus 8), com envios do produto começando em 22 de abril. E agora, qual rumor está certo? Amanhã descobriremos.

Procurada pela reportagem, a Apple Brasil disse que não fará comentários sobre o assunto no momento.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS