PUBLICIDADE
Topo

Apple se recusa a adotar carregador universal para celulares

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

De Tilt, em São Paulo

24/01/2020 17h40

A Apple negou a proposta da União Europeia de adotar o carregador universal para seus dispositivos móveis. Caso tomasse a decisão contrária, a empresa teria que abandonar o cabo Lightning, exclusivo de seus smartphones.

Em um comunicado emitido ontem, a Apple afirmou que a nova regra vai contra o incentivo para a inovação da tecnologia e traria problemas para o meio-ambiente, citando um volume "sem precedentes de lixo eletrônico".

A empresa reforçou ainda que as exigências não eram necessárias quando estava se consolidando com o uso do USB-C, concluindo o pedindo à Comissão Europeia para buscar "uma solução que não restrinja a capacidade do setor de inovar".

Ao contrário da justificativa usada pela Apple, a proposta de criar um carregador universal para celulares teria como intuito reduzir o acúmulo de lixo eletrônico e oferecer facilidade para os consumidores.

Atualmente, o mercado, incluindo todas as fabricantes de smartphones, trabalha com o USB, USB-C e o Lightning.

Apple