PUBLICIDADE
Topo

Sério? Startup promete mesada para humano que tem emprego ameaçado por robô

Robô Toni faz parte de um sistema de automação de bares - Divulgação
Robô Toni faz parte de um sistema de automação de bares Imagem: Divulgação

Thiago Varella

Colaboração para Tilt

22/12/2019 04h00

Uma startup italiana supostamente preocupada com o impacto que os robôs podem causar no emprego dos humanos vai dar uma compensação em dinheiro cada vez que vender um equipamento de automação.

O programa de "bolsas" deve começar neste mês. Pelo menos é o que promete a Makr Shakr, empresa que construiu o Toni, que se autodenomina "o sistema robótico líder em automação de bares".

Para cada robô barman que a empresa vender, um profissional da área vai receber uma bolsa mensal de US$ 1.000.

De acordo com a Makr Shakr, a primeira pessoa a ganhar o dinheiro será Brian Townsell, um americano de 50 anos que trabalhou em restaurantes e hotéis por boa parte da vida adulta.

Townsell quer produzir cervejas, mas não pode largar o emprego porque precisa ajudar a família. A Makr Shakr acredita que a mesada poderá colaborar com a nova empreitada do garçom.

Tudo pode não passar de marketing. Não se sabe, por exemplo, qual é o critério estipulado pela empresa para escolher os profissionais contemplados pelas bolsas. Nem se sabe por quanto tempo eles vão receber esse dinheiro.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS