Topo

Por que você pode não conseguir ver Black Mirror: Bandersnatch, na Netflix?

Cena de Black Mirror: Bandersnatch, episódio interativo da série da Netflix - Reprodução/YouTube
Cena de Black Mirror: Bandersnatch, episódio interativo da série da Netflix Imagem: Reprodução/YouTube

Helton Simões Gomes

Do UOL, em São Paulo

29/12/2018 11h41

A Netflix deu uma sacudida no mundo do streaming de vídeo ao lançar nesta sexta-feira (28) um novo episódio de Black Mirror. A série já costuma causar arrepios por mostrar como o uso da tecnologia pode ser assustador, mas agora o motivo da euforia é outro: Bandersnatch é interativo, ao melhor estilo "Você decide", programa da TV Globo que permitia ao pública escolher o desenrolar da trama nos anos 1990.

Só que nem todo mundo vai conseguir ver o novo filme. Alguns aparelhos simplesmente não dão suporte às múltiplas camadas de interação. E, como a Netflix, não criou um formato linear, em que a história prescinde da intervenção do telespectador, os donos desses dispositivos só tem uma solução: atualizar a linha de produtos conectados usados em casa.

Não há uma lista formal de aparelhos em que Bandersnatch não roda, informou um porta-voz da Netflix ao site "The Verge", mas a empresa informa que o episódio não funciona com o Chromecast (aparelho do Google que leva conteúdo do celular para TVs), Apple TV (reprodutor de mídia da Apple), app da Netflix para Windows ou em navegadores que usem Silverlight.

Em seu site, a Netflix avisa:

Black Mirror - Bandersnatch está disponível apenas em aparelhos que suportam conteúdos interativos. Não há uma versão linear disponível. Se tentar assistir Black Mirror - Bandersnatch em um aparelho que não suporte conteúdos interativos, você será instruído a mudar para um dispositivo adequado

A companhia avisa que seu conteúdo interativo roda em smart TVs, videogames, além de aparelhos equipados com iOS e Android e estejam rodando a última versão do aplicativo da Netflix.

Isso quer dizer que estão descartados todos os smartphones e tablets da Apple até os iPhones 5 e 5c e até o iPad 4. Eles não foram podem ser atualizados para o iOS 11, última versão do sistema operacional com que o app da Netflix é compatível.

Entre os videogames, PlayStation Vita e Nintendo Wii U também devem ficar de fora.

Também há aparelhos Android que não devem rodar o episódio interativo, mas saber quais são é mais difícil, porque a Netflix não informa com quais versões do sistema operacional do Google a última versão de seu aplicativo é compatível.

Ainda assim, é possível saber se você vai ou não conseguir assistir ao filme. Ao abrir o site ou o aplicativo da Netflix na página de Bandersnatch, os aparelhos compatíveis mostram uma faixa vermelha no topo superior direito.

O problema é que a tecnologia por trás do episódio interativo da série Black Mirror foi escrita com uma plataforma chamada Twine. Ela é usada para compor histórias interativas e games com uso intenso de narrativas com múltiplos desdobramentos. Só que nem todos os aparelhos foram preparados para entender esse novo método de exibir conteúdo.

Mais Inovação