Topo

Marte? SpaceX quer internet no mundo todo e foguete substituindo aviões

Já imaginou viajar em um foguete em vez de em um avião? - Thom Baurs/Reuters
Já imaginou viajar em um foguete em vez de em um avião? Imagem: Thom Baurs/Reuters

Do UOL, em São Paulo

15/04/2018 10h42

Gwynne Shotwell não pensa pequeno. Para alguém que convive com o “louco” empresário Elon Musk, talvez isso seja obrigatório. E a presidente da empresa de exploração espacial SpaceX, uma das mais revolucionárias companhias do bilionário, parece ir tão longe quanto seu chefe: para ela, a ida de humanos para Marte é só o começo da nossa jornada no Espaço. Mas há projetos na Terra tão legais quanto.

Segundo a revista Wired, Shotwell tem suas semelhanças com Musk, principalmente em um pensamento pra lá de ambicioso. Em uma conferência do TED realizada em Vancouver na última semana, a presidente da SpaceX projetou que na próxima década a empresa já estará levando humanos para Marte – mas isso é só o começo.

Veja também: 

O pensamento dentro da SpaceX é que a ida à Marte é preponderante para a humanidade evitar sua extinção. É meio como ter uma segunda opção caso nossa casa, a Terra, esteja na iminência de ser destruída ou passe por graves problemas.

“É uma redução de risco para a espécie humana”, afirmou Shortwell.

Mas há a intenção de buscar por mais coisas além de Marte – a própria executiva cita seu desejo de buscar formas de vida em outros Sistemas Solares e galáxias.

Foguete de passageiros

Já imaginou atravessar metade do mundo em apenas 30 minutos? Pois esse é outro projeto da SpaceX. A executiva descreveu, no TED, o plano de um foguete de passageiros que levará humanos para o outro lado do mundo em um curtíssimo tempo.

Agora você deve imaginar: o custo disso deveria ser enorme, né? Um pouco, mas não tanto: o valor seria comparado ou até um pouco mais barato do que um voo em classe executiva. Os foguetes levantariam voo de estações de lançamento na água próximas a grandes cidades. Shotwell até aponta que o maior gasto de tempo seria no trajeto de barco.

Internet para o mundo todo

Outros benefícios para a Terra atual também são buscados: atualmente, a companhia está envolvida em um projeto de um satélite que busca entregar internet de alta banda para todo o mundo – este trabalho é descrito por Shorterrl como “o projeto mais desafiador que já aceitamos”.

São milhares de satélites projetados para entrarem em órbita pela SpaceX – e tudo custará cerca de US$ 10 bilhões (R$ 35 bilhões). O mais curioso é que a companhia não sabe nem como fará negócio a partir disso. Vários satélites planejados para serviços de internet já caíram na Terra, mas a SpaceX lançou dois com sucesso em fevereiro.

“Nós estamos marchando firmemente, mas com certeza ainda não estamos clamando vitória. Não há questionamento de que isso mudaria o mundo”, afirmou.

Quando tudo isso realmente ficará pronto, não sabemos. Afinal, as previsões otimistas e aceleradas de Elon Musk costumam, com frequência, atrasar. 

Mais Tilt