PUBLICIDADE
Topo

Kindle Oasis chega por R$ 1.149 com "lombada" de livro e resistente à água

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

11/10/2017 10h01Atualizada em 13/10/2017 11h46

Mantendo a tradição anual de apresentar um novo leitor eletrônico, a Amazon anunciou nesta quarta-feira (11) no Brasil o novo Kindle Oasis. O aparelho, considerado topo de linha pela marca, ficou um pouco maior, é à prova d’água e mantém um design compacto, porém com um valor mais baixo: R$ 1.149 – no ano passado, o modelo custava R$ 1.399.

A pré-venda do leitor de livros eletrônicos, que tem lançamento simultâneo com os Estados Unidos, começa nesta quarta-feira (11) e a entrega será nas próximas semanas.

O conceito da empresa é tentar proporcionar uma experiência imersiva. O dispositivo é quase sem bordas e conta com uma lombada, que além de facilitar a pegada no aparelho, remete ao design de um livro.

A tela de 7 polegadas (contra 6 polegadas do ano passado) conta com a tecnologia e-ink (tinta eletrônica) Paperwhite – tecnologia desenvolvida pela empresa em que a luz irradia na tela do aparelho, e não no rosto da pessoa, o que evita que a vista fique cansada. 

Novo Kindle Oasis - Divulgação - Divulgação
Nova versão do Kindle Oasis tem tela de 7 polegadas e é à prova d'água
Imagem: Divulgação

Além disso, o leitor eletrônico conta com 8 GB para armazenamento e conexão apenas Wi-Fi – nos Estados Unidos será vendida uma versão com a opção 3G e com mais armazenamento, recomendada para quem gosta de ler quadrinhos. Sobre a bateria, a Amazon promete 6 semanas de autonomia.

Outra novidade do modelo é o fato de ter a classificação IPX8. Isso na prática significa que ele é à prova d’água – de acordo com a Amazon, ele aguenta até 60 minutos numa profundidade de até 2 metros. Imagine só: acabou a desculpa de não ter lido um livro, enquanto passa o feriado curtindo uma piscina.

Por fim, com o lançamento do Oasis, a Amazon vai lançar uma atualização para aparelhos Kindle (a partir do Paperwhite de 2013 e os dispositivos mais recentes) com novos ajustes de tamanho e negrito.

“Nosso negócio é vender livros”

A primeira coisa que leigos podem pensar sobre o produto é seu preço elevado. Com o valor dele dá para comprar dois Kindles Paperwhite (cujo preço sugerido é R$ 499) ou quase quatro Kindles convencionais (que custa R$ 299).

“O Oasis é um produto de nicho, voltado para clientes mais exigentes, que gostam muito de ler e de tecnologia”, explicou Alexandre Munhoz, gerente geral de Kindle da Amazon Brasil, em conversa com jornalistas.

Segundo ele, o modelo mais vendido no Brasil e no mundo é o Kindle Paperwhite, porém muitos usuários mantêm o gadget por um bom tempo. “O nosso negócio não é vender aparelhos, mas vender livros. Então, não funcionamos com uma empresa de hardware. Para nós importa ter o maior número possível de títulos disponíveis”, afirmou Munhoz.

A empresa não cita números de venda. Porém, dá como indicativo de “êxito” deste tipo de mercado a entrada de outras empresas no ramo e o total de livros disponíveis na plataforma digital. Quando o primeiro Kindle chegou ao Brasil há quatro anos, havia 13 mil títulos disponíveis em português. Atualmente, são mais de 110 mil opções.