PUBLICIDADE
Topo

Apple afirma ter sido vítima de mesmo ataque hacker sofrido pelo Facebook

Apple afirma que funcionários foram vítimas de um sofisticado ataque hacker, parecido com o sofrido pelo Facebook; na imagem, a fachada do Yerba Buena Center, local em que a Apple realiza eventos - Kimihiro Hoshino/AFP
Apple afirma que funcionários foram vítimas de um sofisticado ataque hacker, parecido com o sofrido pelo Facebook; na imagem, a fachada do Yerba Buena Center, local em que a Apple realiza eventos Imagem: Kimihiro Hoshino/AFP

Do UOL, em São Paulo

19/02/2013 15h36Atualizada em 19/02/2013 16h04

A Apple afirmou nesta terça-feira (19) que foi vítima dos mesmos hackers que atacaram computadores de engenheiros do Facebook na semana passada. De acordo com a empresa, os cibercriminosos não roubaram dados da companhia ou de funcionários da empresa. As informações são da agência de notícias “Reuters”.

Segundo a Apple, apenas um pequeno número de funcionários que usam computadores Mac OS (sistema operacional da companhia) foram atingidos e “não há evidências de que houve roubo de dados da empresa”.

Na última sexta-feira (15), o Facebook afirmou que hackers supostamente localizados na China realizaram um ataque sofisticado a computadores de funcionários. A rede social afirmou que dados de usuários do serviço não foram comprometidos pela investida. O FBI, a polícia federal americana, está colaborando com os engenheiros do Facebook na investigação do "sofisticado ataque".

A fabricante do iPhone e iPad disse que, em breve, lançará uma ferramenta para proteger os consumidores da brecha de segurança explorada pelos hackers.

Onda de ataques

O Facebook relatou que o "ataque aconteceu quando funcionários acessaram um website para desenvolvedores". Ao entrar na página, um vírus foi instalado automaticamente nos computadores, sem o usuário notar.

Antes do Facebook, várias publicações jornalísticas americanas foram alvos de ataques: "The New York Times", "The Washington Post" e "The Wall Street Journal" detectaram tentativas de ataques, supostamente realizadas por chineses.

Ataques cibernéticos têm sido constantes nos Estados Unidos. Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, solicitou na semana passada que o Departamento de Segurança do país trabalhe para proteger a infraestrutura crítica do país de ataques virtuais.

(Com Reuters)