PUBLICIDADE
Topo

Era do turismo espacial chegou: conheça missões que levarão civis ao espaço

SpaceX/Unsplash
Imagem: SpaceX/Unsplash

Em Washington

13/09/2021 11h41

Alguns minutos ou alguns dias sem gravidade. Um pequeno salto acima da atmosfera terrestre, ou uma viagem de ida e volta à Lua... Chegou a era do turismo espacial e, para aqueles que podem pagar, vem com muitas opções.

1 - SpaceX: Inspiration4

A empresa de Elon Musk enviará na quarta-feira (15) quatro passageiros por três dias ao espaço. Eles decolam do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, a bordo de uma cápsula SpaceX Crew Dragon montada em um foguete Falcon 9.

A missão, fretada pelo piloto americano e bilionário Jared Isaacman, passará pela Estação Espacial Internacional (ISS) e será a primeira missão orbital envolvendo quatro astronautas não profissionais.

Membros da missão da SpaceX: Chris Sembroski, Hayley Arceneaux, Jared Isaacman e Sian Proctor (da esq. para dir.) - Inspiration4/John Kraus - Inspiration4/John Kraus
Membros da missão da SpaceX: Chris Sembroski, Hayley Arceneaux, Jared Isaacman e Sian Proctor (da esq. para dir.)
Imagem: Inspiration4/John Kraus

2 - Ax-1

Em janeiro de 2022, três empresários visitarão a ISS, junto com um experiente ex-astronauta da Nasa.

A missão, que terá a duração de 10 dias e se chama Ax-1, é organizada pela empresa Axiom Space, que já se inscreveu para mais três voos futuros com a SpaceX.

Vão operar no segmento americano da ISS, onde farão experimentos científicos.

3 - Space Adventures

A SpaceX tem planos para outra viagem orbital para quatro clientes pagantes, organizada pela Space Adventures, a empresa que organizou viagens para sete turistas à ISS entre 2001 e 2009 a bordo de foguetes russos.

4 - "dearMoon"

O bilionário japonês Yusaku Maezawa fará uma viagem ao redor da Lua, provavelmente em 2023, a bordo de um foguete Starship ainda em desenvolvimento. A missão é chamada de "dearMoon".

Virgin Galactic

A experiência da Virgin Galactic envolve um enorme porta-aviões e um jato decolando de uma pista, alcançando grandes altitudes e, em seguida, lançando um avião espacial movido a foguete acelerando para o espaço.

Os passageiros e a tripulação experimentam alguns minutos de ausência de gravidade em altitudes acima de 80 km, a definição americana de espaço.

O fundador da Virgin Galactic, Richard Branson, participou de um voo de teste em 11 de julho do Novo México.

A empresa está atualmente sob investigação por um incidente durante o voo. Espera ter voos regulares em 2022.

Blue Origin

A Blue Origin de Jeff Bezos também oferece alguns minutos de ausência de gravidade, mas em altitudes acima de 100 quilômetros. Assim, seus astronautas cruzam a linha Karman, o limite do espaço reconhecido internacionalmente.

O foguete reutilizável decola verticalmente e a cápsula se desprende durante o voo.

Sua descida para retornar à Terra é retardada por três enormes paraquedas e um propulsor.

O fundador da Amazon foi um dos primeiros quatro passageiros a fazer a viagem da base da empresa no oeste do Texas em 20 de julho.

Projetos russos

A Rússia enviará uma atriz e um diretor de cinema à ISS em outubro, a bordo de um foguete Soyuz. O objetivo: filmar o primeiro filme de ficção em órbita e com gravidade zero.

Yusaku Maezawa também viajará para a ISS em dezembro em um Soyuz. A viagem terá duração de 12 dias e é organizada através da Space Adventures.

A empresa anunciou outra missão à ISS em 2023 em um foguete russo, para dois participantes, um dos quais terá a oportunidade de realizar uma caminhada no espaço.

Globo espacial

Outras empresas desenvolvem projetos menos ambiciosos, como Space Perspective, cuja cápsula, içada por um balão espacial do tamanho de um estádio de futebol, oferece uma visão da curvatura da Terra.

As passagens custam US $ 125.000, mas o balão sobe apenas 30 quilômetros, o que significa que os passageiros não sentirão falta de gravidade.