PUBLICIDADE
Topo

Denise Tremura

"Queria que minha arte fosse valorizada": artista decola após viralizar

A jovem artista Raviera Fiuza e a pintura que fez na parede - Instagram/ ravierart
A jovem artista Raviera Fiuza e a pintura que fez na parede Imagem: Instagram/ ravierart
Denise Tremura

Denise Tremura estudou Letras, é escritora, blogueira, leitora, twitteira, youtuber, palpiteira, web influencer engajada nas redes sociais e sempre atenta ao que vira tendência.

18/11/2020 04h00

Um tuíte mostrando uma jovem artista carioca pintando uma parede coloriu a timeline por esses dias.

A jovem Raviera Fiuza, de 19 anos, desde pequena era apaixonada em fazer tudo relacionado a artes. Ela customizava as próprias roupas e criava presentes para dar aos amigos. Ela pintava de tudo: quadros, paredes, tênis, roupas. "Nunca fiz curso de desenho, aprendi olhando vídeos na internet", conta à coluna.

No começo do ano passado, ela fez a primeira pintura em parede no seu quarto e logo depois um desenho dela foi escolhido para ser pintado no mural do colégio onde estudou. A partir de então, começou a trabalhar para amigos e criou um perfil de artes no Instagram para divulgar seu trabalho: @ravierart

Segundo a artista, a quarentena provocada pela pandemia de covid-19 se tornou uma oportunidade para artistas exporem suas artes na internet por causa da visibilidade proporcionada por aplicativos como TikTok, Instagram e Twitter. "Comecei a vender minhas artes esse ano pela internet, iniciando pelos pedidos de amigas", afirma.

O tuíte postado agora por @ravifiuza viralizou e teve milhares de comentários. Ela garante que conseguiu ler quase todos, a maioria com elogios ao seu trabalho.

A artista conta que chegou a passar um dia inteiro respondendo as menções no Twitter e centenas de pedidos de orçamento no Instagram. "Praticamente todos os comentários foram muito positivos, recebi muitos elogios mesmo, até chorei. Haha."

Raviera relata que é difícil viver de arte no Brasil e nem sempre tem o reconhecimento merecido. "As pessoas não têm noção do gasto com material, do valor de um trabalho. É compreensível, visto que a crise atinge a todos e faz com que a arte não seja considerada prioridade", diz.

Além do trabalho, ela usa as redes sociais para se divertir e confessa que é até meio viciada no TikTok e no Twitter.

Para o futuro, Raviera deseja ter reconhecimento como artista, viajar para alguns países e ser feliz com a vida.

Sucesso para você, Raviera!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.