PUBLICIDADE
Topo

André Noel

"Novo normal" com jeitinho brasileiro já está aí e você precisa se adaptar

Você ainda está esperando o "novo normal" chegar? - Freepik
Você ainda está esperando o "novo normal" chegar? Imagem: Freepik
André Noel

Andre Noel é programador, webcartunista, autor do Vida de Programador, professor universitário (UEM e Unicesumar), youtuber e sabe pregar botões em roupas.

17/10/2020 04h00

Quando a pandemia do novo coronavírus chegou ao Brasil especulamos muito sobre como seria, sobre quanto tempo levaria e sobre quais seriam as mudanças que isso nos traria. Por isso surgiu o termo "novo normal", em relação ao que seria transformado depois que a pandemia passasse. Eu mesmo escrevi aqui um texto perguntando se você está bem preparado para o "novo normal".

Na verdade, essa preparação ainda é válida, a preocupação com as mudanças ainda é válida, mas o conceito de "novo normal" é o que mudou. Em abril, estávamos nos acostumando à quarentena, estávamos com um misto de medo, incertezas e até uma certa esperança de que tudo passasse rápido, para voltar ao ritmo habitual.

Hoje, depois de mais de 210 dias de quarentena —para os que puderam ficar em quarentena—, continuamos com um certo medo e incerteza, mas perdemos a esperança de que isso passe rápido e perdemos também a paciência, muitas vezes, com muitas coisas.

Ainda não temos vacina, ainda não se sabe muita coisa sobre a doença, o número de pessoas infectadas e o número de mortes ainda são muito altos, mas a visão de mundo e de como lidar com isso mudou bastante.

Portanto, você não precisa mais esperar pelo "novo normal", porque já estamos vivendo nele. Infelizmente, o "novo normal" não é mais uma realidade pós-pandemia, mas é uma forma de conviver com o vírus nos rondando e seguir a vida e o trabalho.

Dizem que a maior capacidade do homem é a adaptação, acredito que com os brasileiros isso é ainda muito mais forte, nós vivemos há séculos tendo que nos adaptar a situações de vida esdrúxulas. Essa é mais uma.

(Confesso que tenho muita inveja de países como a Nova Zelândia, que conseguiu interromper os casos de infecção há muitos meses. Mas aqui é Brasil, já nos adaptamos também, infelizmente, ao jeito brasileiro de conduzir as coisas.)

Muitas empresas que podem manter o trabalho em home office já estão estendendo isso para 2021. Empresas que retornaram ao presencial continuam mantendo suas vendas online e suas entregas, porque o movimento presencial já não é mais o mesmo e as mais diversas atividades já estão liberadas para o funcionamento, seguindo novas regras, novas diretrizes para um bom funcionamento.

Estamos na melhor das situações? Obviamente, não. Ainda estamos vivendo em pandemia, mas estamos nos adaptando a cada dia a esse "novo normal".

Por isso você não pode ficar esperando que ele chegue. Se você ainda não se adaptou, se ainda não adaptou o seu negócio, se não está usando para o seu bem o que a tecnologia nos proporciona, corra para se adaptar.

Ninguém pode dizer o que vem pela frente, mas podemos saber que boa parte das pessoas, nossas clientes, continuarão em casa, comprando mais pela internet, utilizando serviços de entregas e serviços online vão ser cada vez mais importantes.

No mais, lembre-se de usar sua máscara e não deixe o nariz de fora! :)

Uma ótima semana e se cuide.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.