PUBLICIDADE
Topo

André Noel

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Apps evoluíram e nos ajudaram na pandemia, mas agora dão pau. Por quê?

Freepik
Imagem: Freepik
Conteúdo exclusivo para assinantes
André Noel

Andre Noel é programador, webcartunista, autor do Vida de Programador, professor universitário (UEM e Unicesumar), youtuber e sabe pregar botões em roupas.

17/01/2022 04h00

Ninguém mais aguenta essa pandemia. Ninguém aguenta mais esse vírus, essas novas variantes, a preocupação constante e o assunto recorrente que isso gera.

Passamos por dois anos completamente atípicos. Refizemos rotinas, mudamos hábitos, mudamos conceitos, mudamos relacionamentos, sem contar as vidas que perdemos e que nos farão falta para sempre.

De uma forma ou de outra, não somos as mesmas pessoas que éramos no início de 2020. A nossa vida e a nossa percepção de universo e a percepção uns dos outros mudou muito.

Começamos falando de quarentena, home office e "novo normal". Acho que, como era esperado, não estaremos de volta ao "normal" tão cedo, isso se um dia já estivemos em situação normal e se vamos chegar em um ponto assim um dia.

Nos adaptamos a trabalhar de casa, aqueles que podiam, nos adaptamos a fazer compras de casa, nos adaptamos a pedir comida mais vezes. Muito foi possível graças ao avanço da tecnologia. Ouvimos muitas vezes a frase: "avançamos cinco anos na tecnologia da noite para o dia".

Reflita um pouquinho, se quiser pode me contar: você conseguiu passar melhor esse tempo graças a tecnologias que não existiam antes ou que, pelo menos, você não usava ainda?

Agora, será que vamos aproveitar bem esse aprendizado? Estamos no início do ano 2022, uma nova onda e uma nova variante assolando o mundo, mas a boa notícia é que o número de fatalidades reduziu drasticamente graças às vacinas. Neste novo momento, muitos já "largaram mão" e estão vivendo seu "novo normal".

Isso se reflete nas tecnologias.

O app de compras de mercado que usei por quase dois anos, que funcionava muito bem e que nos ajudou muito, recebeu uma atualização e parou de funcionar.

Comentando com outras pessoas, me relataram comportamentos parecidos em outros apps.

Aparentemente, como "tudo voltou ao normal" (grande destaque para as aspas), essas empresas preferem que os clientes voltem para dentro das lojas, porque presencialmente "gastam mais".

Não sei a sua reação, mas em mim isso dá uma tristeza lá no fundo. Avançamos o equivalente a cinco anos na tecnologia, criamos ferramentas para ajudar as pessoas, nos adaptamos a uma forma mais "protegida" de viver, daí a sensação de um pouco mais de segurança já é o suficiente para ignorar os avanços e voltar ao velho modo de agir.

Junta-se a isso a crise em apps de carona, crise econômica, inflação e tudo mais, corre-se o risco de sairmos da pandemia de volta nos anos 80 ou 90, ao invés de sairmos com a sensação de futuro.

Você gostou dos apps que facilitaram sua vida, gaste uns cinco minutos para escrever uma avaliação positiva ou um elogio a eles. Seu app está te deixando na mão como esses que eu falei? Gaste uns cinco minutos para relatar os erros e dizer a eles o quanto o app é importante para uma vida melhor.

No mais, se cuidem e que esse ano seja muito bom para todos nós.