Dionne Warwick, Billy Crystal e Queen Latifah reinam no Kennedy Center Honors

Por Jeff Mason e Jasper Ward

WASHINGTON (Reuters) - O governo norte-americano homenageou a cantora Dionne Warwick, o comediante Billy Crystal, o membro dos Bee Gees Barry Gibb, a rapper e atriz Queen Latifah e a estrela de ópera Renée Fleming, no domingo, no Kennedy Center Honors, a maior homenagem dos Estados Unidos por excelência nas artes.

O presidente dos EUA, Joe Biden, elogiou o trabalho dos cinco artistas durante uma recepção na Casa Branca antes do show.

“As artes são mais do que apenas som e cena. Elas refletem quem somos como norte-americanos e como seres humanos”, disse.

O show começou com uma homenagem a Warwick, de 82 anos, uma estrela da música pop desde a década de 1960 que já vendeu mais de 100 milhões de discos e é conhecida por sucessos como "I'll Never Love This Way Again" e "That's What Friends Are For", uma música de 1985 que ela gravou com Gladys Knight, Elton John e Stevie Wonder para aumentar a conscientização sobre a AIDS.

Crystal, de 75 anos, conhecido por papéis em filmes como “Harry e Sally - Feitos Um para o Outro”, “Amigos, Sempre Amigos” e “Máfia no Divã”, foi o próximo. 

“Você tem apenas 75 anos. Isso significa que faltam apenas seis anos para atingir a idade perfeita para ser eleito presidente”, brincou o ator Robert De Niro sobre o amigo. Biden, de 81 anos, concorre à reeleição. A multidão gargalhou.

A próxima foi Queen Latifah, de 53 anos, cantora e atriz conhecida por filmes como "Chicago" e "A Casa Caiu", que ganhou um Grammy de Melhor Performance Solo de Rap em 1994.

"Sinto-me muito abençoada. Sinto-me muito honrada", disse ela a repórteres. A atriz Kerry Washington disse que sua amiga era uma das “melhores rappers de todos os tempos”.

Continua após a publicidade

Os cantores Tituss Burgess, Christine Baranski e Susan Graham cantaram "You'll Never Walk Alone" do espetáculo da Broadway "Carousel" em homenagem a Fleming, 64 anos, uma aclamada soprano que já se apresentou em casas de ópera de todo o mundo e ganhou cinco prêmios Grammy. 

“É uma loucura” ser homenageada, disse Fleming. "É tudo alegria." A estrela de cinema Sigourney Weaver apareceu e elogiou a atuação de Fleming.

O show foi encerrado com uma celebração a Gibb, 77 anos, cantor e compositor que se apresentou com seus irmãos Robin e Maurice nos Bee Gees, grupo que vendeu mais de 220 milhões de discos. Ele ganhou nove prêmios Grammy e, como parte do trio, é conhecido por canções como "Stayin' Alive" e "How Deep Is Your Love".

Ele disse aos repórteres antes do show que sentiu a presença de seus irmãos, que já morreram.

“É muito emocionante”, disse ele. "O que todos nós fizemos juntos -- quando éramos bons, quando estávamos bem -- foi algo para nos orgulhar."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora