PUBLICIDADE
Topo

Chefe do reality Trato Feito diz que ajudará Chumlee 'de toda maneira'

Chumlee, ao fundo com espada, é uma das estrelas do reality show Trato Feito, do THC - Reprodução
Chumlee, ao fundo com espada, é uma das estrelas do reality show Trato Feito, do THC Imagem: Reprodução
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

10/03/2016 20h20Atualizada em 10/03/2016 20h23

O sócio majoritário da casa de penhores Gold & Silver, Rick Harrison, mais conhecido como o careca do reality “Trato Feito” enviou nota nesta quinta-feira ao canal Fox, por email, no qual disse que vai ajudar Chumlee de “qualquer maneira”.

Chumlee foi preso ontem em Las Vegas por posse ilegal de drogas e de ao menos uma arma em sua casa. Ele está sob investigação, segundo autoridades dos EUA, por suposta agressão sexual.

As autoridades de Las Vegas estipularam fiança de US$ 62 mil para liberar Chumlee a responder em liberdade.

Chumlee, apelido de Austin Russell, 33 anos, ficou famoso mundialmente com o reality “Trato Feito”, exibido (no Brasil também) pelo canal pago The History Channel.

“Não temos detalhes ainda (sobre a prisão), mas estamos aqui para ajudar de qualquer jeito (ou maneira) que pudermos”, escreveu Rick à Fox.

Chumlee é o mais famoso e carismático integrante do reality., que se passa e uma das maiores lojas de penhores dos Estados Unidos. O programa está na 15ª temporada e até hoje detém o recorde de atração com maior público no canal THC.

A prisão do astro do reality repercutiu em todo o mundo. Dezenas de milhares de sites e emissoras de TV e rádio pelo mundo estão repercutindo e acompanhando o caso com grande atenção.

No Brasil, o The History Channel é o 27º canal mais assistido da TV por assinatura. È uma posição à frente no nacional GNT.
  
Segundo especulações da imprensa televisiva dos EUA, Chumlee receberia em torno de US$ 60 mil por episódio. Seu salário na loja de penhores, segundo esta coluna apurou, é de US$ 6.500,00 mensais.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL