'Stranger Things', que ganha exposição, resgatou músicas 'antigas' e apostou na nostalgia

A música é um fator determinante no universo nostálgico de Stranger Things, série da Netflix cuja temática guia uma nova exposição imersiva no Shopping Eldorado, em São Paulo, a partir de 12 de abril, com ingressos limitados que podem ser adquiridos aqui.

A trilha sonora da produção americana se dedica a reviver canções clássicas, majoritariamente dos anos 1970 e 1980, ou a apresentar faixas relativamente desconhecidas do público jovem. A estratégia se provou um sucesso, afinal, a música é provavelmente o melhor recurso para transportar o ouvinte a outra geração.

E para entrar no clima do evento, o Estadão preparou uma lista com as 10 melhores escolhas musicais do seriado hit no streaming. Confira:

Psycho Killer - Talking Heads (1977)

O clássico da banda norte-americana liderada por David Byrne que pinta um cenário sobre um assassino psicopata é usado durante a cena em que Jason jura vingança contra Eddie por causa do assassinato brutal de Chrissy.

Clique aqui

Africa - Toto (1982)

A música encontra seu lugar no episódio piloto do programa e pode ser ouvida tocando ao fundo durante uma cena entre Nancy e Steve. Historicamente, a música é perfeitamente apropriada ao quarto de uma adolescente do início dos anos 80. O grupo liderado por Steve Lukather toca no Brasil em novembro, com shows no Rio e São Paulo.

Clique aqui

Material Girl - Madonna (1984)

É a música ideal para a união de Eleven e Max enquanto elas fazem o que todas as adolescentes sonhavam fazer nos anos 1980, quando os shoppings se tornaram populares: compras. Vale lembrar que a cantora estará no Brasil em maio, para um show gratuito na Praia de Copacabana.

Clique aqui

Can’t Fight This Feeling - REO Speedwagon (1984)

Essa balada icônica de uma banda não tão conhecida no Brasil fala da perspectiva de um homem finalmente admitindo seus sentimentos por uma garota que ele conhece há algum tempo, algo com o qual Mike provavelmente se identifica.

Clique aqui

Running Up That Hill (A Deal with God) - Kate Bush (1985)

O hino da cantora inglesa está entrelaçado ao arco da história de Max na 4ª temporada. Depois de ser apresentada na série, a música alcançou a quinta posição no Top 100 da Billboard e liderou as paradas em outros oito países.

Clique aqui

Metallica - Master of Puppets (1986)

Eddie Munson é um dos personagens mais amados da série. Para honrar seu legado, os produtores decidiram incluir uma música épica de heavy metal como a arma que Eddie poderia usar para combater o mal.

Clique aqui

Kiss - Detroit Rock City (1976)

Nada remete mais aos anos 1970 e 80 como um rock do quarteto mascarado. A canção escolhida explora a efervescência de acontecimentos e isso reflete na vida dos personagens. Parece que todos estão se movendo de forma frenética e a música encapsula esse sentimento no início da 4ª temporada.

Clique aqui

Runaway - Bon Jovi (1984)

Durante os planos de fuga de Eleven na 2ª temporada, a música é uma escolha certeira para retratar o momento da adolescente, que decide enfrentar sozinha o mundo exterior em busca de respostas. O curioso é que a atriz que interpreta a personagem, Millie Bobby Brown, hoje é nora de Jon Bon Jovi.

Clique aqui

Foreigner - Hot Blooded (1984)

A famosa faixa da banda anglo-americana fala do instinto masculino. Ela toca quando Billy está observando a Sra. Wheeler nadar na piscina e começa a flertar com ela. Outras canções do grupo, como Cold as Ice e Waiting For a Girl Like You, também aparecem na série.

Clique aqui

Blue Bayou - Roy Orbinson (1963)

Essa é uma das poucas faixas dos anos 1960 usadas na série. O hit do lendário cantor norte-americano toca em uma cena da 2ª temporada enquanto Murray prepara o café da manhã para Nancy e Jonathan.

Clique aqui