'É mais uma data de nascimento', diz Zé Neto sobre acidente

O músico Zé Neto, cantor sertanejo da dupla com Cristiano, concedeu uma entrevista ao Fantástico, da Globo, neste domingo, 10. Ele deu detalhes e relembrou o dia do acidente de carro que sofreu: "Eu tentava abrir a porta do carro. Aquela fumaça entrando, aquele cheiro. Falei: meu carro vai pegar fogo, vou morrer queimado aqui dentro".

O cantor teve fraturas em três costelas, levou pontos no braço e sofreu um contusão pulmonar, causada pelo impacto. Por causa das dificuldades para respirar, ele ainda não teve alta médica do Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP), mas deve deixar o local no início desta semana. "Lembro da sensação, do medo, da primeira pancada que o carro sofreu. Lembro do meu grito e dos gritos das pessoas que estavam nos outros carros", contou.

"Graças a Deus, foi só o susto, mesmo. Uma passagem breve da minha vida que vai fazer toda a diferença. E os aprendizados da vida. Com certeza é mais uma data para se comemorar e mais uma data de nascimento, que vai ficar marcada para o resto da vida", contou.

Nascidos em São José do Rio Preto, Zé Neto e Cristiano são parceiros há 12 anos com destaque na música sertaneja. No ano passado foram quase 12 milhões de visualizações nas plataformas digitais. Mas a dupla quase se separou no final do ano passado por causa de uma depressão que levou ao uso abusivo de álcool por parte de Zé Neto.

"Teve um show em que ele chegou no camarim e disse que precisava tomar um uísque para subir no palco. Tivemos uma discussão. Eu disse que não dava para continuar assim e que não queria mais. Ele desabafou", contou Cristiano ao programa.

O cantor afirmou que não havia bebido antes de pegar a estrada no dia do acidente. O motivo foi uma promessa pela recuperação do afilhado Miguel, que é filho do parceiro Cristiano. O menino, de 5 meses, passou por uma cirurgia cardíaca. Deu tudo certo.

"Estou sem beber há mais de seis meses porque fiz uma promessa pelo filho do Cris. Foi aquele pingo de gente que foi o responsável pela minha cura", contou Zé Neto. "Esse moleque trouxe o Zé Neto de volta. A bebida estava sendo uma válvula de escape para uma depressão que eu vinha carregando", disse.

Zé Neto ainda destacou: "do carro, não sobrou nada. Mas estou aqui inteiro, intacto. Um pouquinho machucado. Logo [estarei] de volta aos palcos para levar música e alegria, que é o que a gente sabe fazer".

O acidente

Em 5 de dezembro, Zé Neto sofreu um acidente quando saiu de seu rancho, na cidade de Fronteira, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo. O veículo em que estava capotou após uma colisão na rodovia. Ele foi socorrido com ferimentos graves, mas sem risco de morte.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o acidente aconteceu na BR-153, na altura do km 246, às 21h54. A colisão lateral deixou cinco pessoas feridas.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes