Lília Schwarcz e Edgard Telles Ribeiro são candidatos a vaga na Academia Brasileira de Letras

A historiadora e escritora Lilia Schwarcz e o diplomata e escritor Edgard Telles Ribeiro se candidataram à vaga de imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). A cadeira foi aberta após a morte de Alberto da Costa e Silva, aos 92 anos, no dia 26 de novembro.

As candidaturas de Lilia e de Ribeiro foram confirmadas ao Estadão pela ABL. Segundo a organização, o prazo para a inscrição vai até o dia 14 de dezembro, uma quinta-feira, quando a instituição entra em recesso até o dia 7 de março. A previsão é que a eleição ocorra apenas em 11 de abril de 2024.

Em outubro, Ailton Krenak se tornou o primeiro autor indígena com o título, disputando com a historiadora Mary Del Priore e o pioneiro da literatura indígena Daniel Munduruku. Já em abril, Mauricio de Sousa perdeu a eleição para o filólogo Ricardo Cavaliere.

A instituição tem o costume de eleger alguém que tenha características semelhantes à pessoa que deixou a vaga. Alberto da Costa e Silva era diplomata e Doutor Honoris Causa em História pela Universidade Federal Fluminense, em 2009, e pela Universidade Federal da Bahia, em 2012. Ocupava a cadeira 9 da ABL desde 2000 e foi presidente da entidade entre 2002 e 2003.

Lilia Schwarcz

Lilia Schwarcz é historiadora, doutora em antropologia social pela Universidade de São Paulo (USP) e professora titular da Departamento de Antropologia da instituição. Em 2010, recebeu a Comenda da Ordem do Mérito Científico Nacional, concedida para profissionais que contribuíram para o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação no Brasil.

Em 1999, venceu o Prêmio Jabuti na categoria de Livro de Não Ficção por As Barbas do Imperador, obra sobre a vida de Dom Pedro II. Ela também é autora de mais de 15 livros, como Retrato em Branco e Negro: Jornais, Escravos e Cidadãos em São Paulo no Fim do Século XIX, Raça e Diversidade e Sobre o Autoritarismo Brasileiro.

Lilia também é uma das fundadoras da Companhia das Letras, um dos maiores grupos editoriais do País, ao lado do marido, Luiz Schwarcz.

Edgard Telles Ribeiro

Edgard Telles Ribeiro é jornalista, escritor, diplomata e crítico de cinema. Nasceu no Chile, mas foi naturalizado brasileiro. Foi embaixador brasileiro na Nova Zelândia, Estados Unidos, Equador e Guatemala.

Também já publicou mais de 15 livros, entre contos, romances e não ficção, incluindo Olho de Rei e Histórias Mirabolantes de Amores Clandestinos. O criado-mudo, seu livro de estreia, já foi publicados nos EUA, Alemanha e Holanda. Sua obra mais recente, Jogo de Armar, chegou às livrarias em 2023 pela Todavia.

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes