Conteúdo publicado há 1 mês

Cate Blanchett se define como 'classe média', e divide redes sociais

Cate Blanchett, 55, dividiu as redes sociais ao se definir como uma pessoa "branca, privilegiada e de classe média".

O que aconteceu

A atriz australiana, que tem uma fortuna estimada em mais de US$ 95 milhões, o equivalente à cerca de R$ 488 milhões, fez a declaração em entrevista coletiva durante a atual edição do Festival de Cinema de Cannes.

Blanchett está em Cannes para o lançamento de 'Rumours' (2024).

A declaração da artista ocorreu durante uma entrevista sobre seus trabalhos como embaixadora da agência da ONU voltada para refugiados. Cate falou sobre a importância de abrir espaço para cineastas refugiados na indústria cinematográfica.

Referindo-se a sua origem, ela declarou: "Sou branca, sou privilegiada, sou de classe média e acho que uma pessoa que pode ser acusada de ter um certo complexo de salvador branco".

Internautas não gostaram: "Querida, CLASSE MÉDIA?!?!?!", perguntou uma pessoa no X; "Ela tem US$ 95 milhões? Classe média?", retrucou outra. "Acho que ela está mais para aristocracia? Ou classe média entre os bilionários", apontou uma terceira. "Classe média. Sim. Com certeza", ironizou mais um.

O jornal inglês Daily Mail lembrou da conotação britânica de classe, como uma referência à origem da pessoa e não ao seu status financeiro e social atual.

Cate Blanchett ainda não se pronunciou sobre a polêmica em questão.

Deixe seu comentário

Só para assinantes