Conteúdo publicado há 3 meses

Gretchen faz cirurgia para retirada do útero devido a doença

Gretchen, 65, foi internada no hospital na manhã desta terça-feira (20) para uma cirurgia de retirada do útero. A cantora sofre de uma condição benigna chamada adenomiose.

O que aconteceu

A cantora está internada para um procedimento de retirada do útero, que acontece hoje. Gretchen sofre com uma doença que se chama adenomiose, que fez com que seu órgão aumentasse o equivalente a uma gravidez de 20 semanas.

Em entrevista para o Gshow, a rainha do bumbum disse estar confiante para o procedimento. Mesmo benigno, Gretchen sentia dores abdominais e sofria com um inchaço que fez seu útero ficar com 850 centímetros, sendo que em uma mulher saudável com mais 60 anos e que passou por gestações, a referência seja entre 60 a 120 centímetros.

O endométrio é um tecido que abriga o embrião no início da gravidez, e não ocorrendo a fecundação, ele involui e sofre uma descamação, que nada mais é que a menstruação. Na doença, o tecido endometrial invade a musculatura do órgão, o miométrio, a camada mais externa do útero.

A adenomiose causa inchaço, cólicas menstruais, sensação de pressão e sangramento menstruais irregulares, podendo, em casos mais graves, gerar hemorragias. A Dra. Fabiane Berta, ginecologista e endócrino da cantora, contou ao Gshow que a suspeita começou com sangramentos uterinos anormais.

Gretchen primeiro optou por terapias hormonais conservadoras, e o uso de vitaminas e fitoterápicos. Porém, após um ano de tratamento, a ginecologista viu que a melhor solução seria a retirada do útero e seguir com as terapias no pós-operatório.

A rainha do bumbum conta que após o procedimento, terá que ficar um mês de repouso em São Paulo. "To bem confiante e incetivo sempre as mulheres a se cuidarem. Se cuidem!", alertou em seus stories no Instagram.

Deixe seu comentário

Só para assinantes