Em festa com promessa brasileira, mundo da moda anuncia união pelo ambiente

A Mega Model, maior agência de modelos do país, lançou nesta quarta (6) um projeto de conscientização ambiental que visa reunir executivos, estilistas, modelos, artistas e governantes.

O que aconteceu

Anúncio em festa badalada. O empresário Eli Haddid aproveitou a celebração de fim de ano na Casa Mega Model, onde moram as modelos iniciantes que têm a carreira projetada pela agência, e oficializou a empreitada, batizada de "Descoberta a Terra Prometida Brasil" pelo publicitário Washington Olivetto.

Parcerias de peso na mesa. A ideia é apostar na educação para ensinar as pessoas a recolherem seu próprio lixo. Para isso, Haddid chamou nomes como o cônsul de Mônaco no Brasil, Arnold Wald Filho, a estilista Gloria Coelho, o criador da SPFW, Paulo Borges, e o jogador de futebol Endrick.

Discurso para beldades. Na cabine da DJ, Haddid falou para modelos belíssimas e profissionais da moda estilosíssimos tomando gim tônica ou champanhe. "Nós somos o topo, a elite. E não há constrangimento em jogar o lixo no chão em um festival de música. Bituca pela janela do carro. O Japão conseguiu, Singapura conseguiu, nós vamos conseguir. Eu acredito." Antes de agradecer e encerrar, o dono da Mega informou que em março o projeto deve estar totalmente estruturado para começar.

No meio dos mortais, a próxima top. Entre o calor em volta da piscina e o frescor do ar-condiconado ao redor da mesa de petiscos, circulavam alguns famosos, como os atores Jhona Burjack -que também é modelo e esteve em "Todas as Flores"— e Felipe Hintze, de "Verdades Secretas", mas ninguém brilhava mais que Maria Klaumann, 22, que figurou no InVogue, primeiro livro da Vogue Brasil, e foi escolhida pela revista como a nova promessa da moda brasileira. "A causa da sustentabilidade é urgente, e a ideia da agência está muito alinhada com o que acredito", conta a modelo a Splash.

Pronta para realizar o sonho de fazer muitas campanhas internacionais em 2024, a modelo quer férias para aliviar o corre que foi 2023. Descansar e viajar. Sempre, obviamente, jogando o lixo no lixo.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes