Conteúdo publicado há 2 meses

Equipe de Taylor Swift convidou família de Ana Clara para show, diz prima

O encontro entre a família de Ana Clara Benevides e Taylor Swift foi promovido pela equipe da cantora.

A informação foi confirmada a Splash por Gabriela Benevides, prima de Ana Clara.

A família da jovem tirou uma foto com a cantora nos bastidores do último show da turnê "The Eras Tour" no Brasil, que aconteceu ontem (26), no Allianz Parque, em São Paulo. Entre eles, estava José Weiny, pai de Ana Clara.

Nas redes, circulam vídeos que mostram a família em uma tenda VIP no estádio. Eles usavam camisetas brancas estampadas com o rosto da jovem.

Adriana, mãe de Ana Clara, que não aparece nas fotos, compartilhou um autógrafo da cantora em uma foto de Ana Clara. "Eu te amo, Adriana. Com amor, Taylor", diz a mensagem escrita à mão pela artista.

Taylor Swift autografou foto de Ana Clara com dedicatória para Adriana, mãe da jovem
Taylor Swift autografou foto de Ana Clara com dedicatória para Adriana, mãe da jovem Imagem: Reprodução/Instagram/@drika.benevides

Questionada sobre a atuação da Time For Fun, empresa organizadora dos shows de Taylor Swift no Brasil, Gabriela afirmou que a advogada da companhia entrou em contato com o advogado da família "tardiamente". Seis dias após a morte de Ana Clara, Serafim Abreu, CEO da T4F, afirmou que a empresa está "à disposição em prestar assistência no que for necessário, [...] diretamente para os membros da família e para o advogado que os representa, por telefone, por escrito, desde o ocorrido".

Continua após a publicidade

Em nota, a família reagiu à declaração de Serafim Abreu. "no momento turbulento que passaram no Rio de Janeiro, não existia condições de atestarem a veracidade das mensagens e ligações recebidas e, por essa razão, pediram o comparecimento presencial de um representante da organização do evento. A T4F, por motivos que não foram esclarecidos, optou por não deslocar ninguém até o local e ignorou o pedido de assistência da forma solicitada."

Splash procurou a Time For Fun, caso a empresa deseje se manifestar sobre o assunto.

Morte de Ana Clara Benevides

Na última sexta-feira (17), Ana passou mal enquanto Taylor se apresentava no Engenhão, no Rio de Janeiro. Ela foi socorrida pela brigada contratada pela T4F e levada ao hospital, onde foi constatada a morte após uma parada cardiorrespiratória.

A estudante de psicologia viajou de Mato Grosso do Sul para a capital fluminense justamente para a apresentação da cantora norte-americana.

Um laudo preliminar aponta que Ana Benevides tinha pequenas hemorragias no pulmão. "Calor, insolação e desidratação são alguns desses fatores, mas sem o resultado dos exames, não temos como afirmar que seja isso. Agora é prematuro afirmar que a Ana Clara morreu por hipertermia - excesso de calor - Se tudo der negativo, poderemos chegar à conclusão de que foi por causa do calor", explicou a delegada Juliana Almeida à CNN.

Continua após a publicidade

Para Splash, Weiny Machado, pai da jovem, afirmou que pode ter havido, sim, negligência de alguma parte na morte de sua filha. "Nada vai trazer minha filha de volta. O que eu posso dizer é que teve negligência em alguma parte. Não sei se foi por causa da falta de água que provocou vários desmaios. Não sei se pela proibição de entrar com água e faltou."

Gabriela Benevides, prima de Ana Clara, afirmou que a jovem bebeu água e se alimentou antes de desmaiar. "Ela recebeu água porque estava bem na frente do palco. Também se alimentou. Só felicidade e alegria", disse Gabriela para Splash após deixar a delegacia.

Amigas de Ana Clara também compareceram à delegacia. Elas estavam assustadas e não falaram com a imprensa sobre o ocorrido. A causa da morte da estudante só deve ser esclarecida após a conclusão dos exames do IML.

Poucas horas após o fim de sua primeira noite de show no Brasil, Taylor Swift lamentou a morte da fã. "Não acredito que estou escrevendo essas palavras, mas é com o coração partido que digo que perdemos um fã no começo desta noite, antes do meu show. Eu nem posso dizer o quão devastada estou por isso. Tenho pouca informação além do fato de que ela era incrivelmente linda e jovem demais."

Seis dias depois da morte de Ana Clara, o CEO da T4F, Serafim Abreu, se pronunciou sobre o ocorrido. Ele disse que o "calor extremo" no último final de semana no Rio de Janeiro foi "sem precedentes", e admitiu que a organizadora poderia ter tomado outras ações. "Reconhecemos que poderíamos ter tomado algumas ações alternativas, adicionais a todas as outras que fizemos, como, por exemplo, criar locais de sombra nas áreas externas, alterar o horário dos shows inicialmente programados, enfatizar mais a permissão de ingressar com copos de água descartáveis".

Abreu classificou a morte de Ana Benevides como uma "fatalidade", que, segundo ele, aconteceu "pela primeira vez em mais de 40 anos de atuação" da T4F. O laudo preliminar apontou que a jovem teve "pequenas hemorragias" no pulmão, que podem ter sido causadas por calor e insolação.

Continua após a publicidade

Ele afirma que ofereceu assistência à família da universitária, cujo corpo já foi sepultado. "Estamos absolutamente desolados, muito tristes com a perda da jovem Ana Clara, apesar do pronto atendimento e de todos os esforços realizados pelas equipes médicas no evento e no hospital. À família de Ana Clara, quero expressar os nossos mais sinceros sentimentos. Coloco aqui, agora publicamente, a nossa disposição em prestar assistência no que for necessário, como já dissemos, diretamente para os membros da família e para o advogado que os representa, por telefone, por escrito, desde o ocorrido".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora