Conteúdo publicado há 3 meses

Governo Lula concede título de Embaixador da Cultura a Seu Jorge

Em cerimônia em Brasília, Seu Jorge recebeu hoje o título de Embaixador da Cultura Brasileira pelo Ministério da Cultura. O cantor é o primeiro a ser condecorado com o título, criado por meio da Portaria n° 95, publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (27).

Seu Jorge, portanto, é reconhecido pelo ministério do governo Lula (PT) pela sua destacada e importante trajetória nos diferentes campos das artes. "Ator que participou, assim como outros, do processo de fortalecimento e internacionalização do cinema brasileiro, Seu Jorge também possui consolidada carreira musical com sucesso no Brasil e no exterior", diz nota do ministério.

Segundo a Portaria, o título "é considerado prestação de serviço público relevante, não remunerado e não acarreta no reconhecimento de vínculo de trabalho". Na prática, o que acontece é que o homenageado com o título licencia automaticamente, ao aceitar a honraria, seus direitos de imagem à União, que vai poder veiculá-las livremente, sem ônus à União.

"A expectativa é que Seu Jorge possa, a partir de sua atuação e projeção nacionais e internacionais, apoiar na construção de ações que fortaleçam os laços com os países do continente africano, do Caribe e da diáspora, por meio do cinema, da música e da arte", diz nota do MinC.

Além disso, Seu Jorge e os futuros agraciados pelo título poderão ser convidados para eventos nacionais e internacionais, mediante prévio agendamento, e colaborarão com a amplificação das iniciativas e promoção internacional do Brasil, inclusive em suas próprias redes sociais e páginas públicas e em colaboração nas páginas e redes do poder público.

Cantor, compositor e instrumentista, Seu Jorge é um dos principais nomes da música brasileira das últimas duas décadas. Jorge Mário da Silva nasceu em 1970 e cresceu em uma favela de Belford Roxo, na Região Metropolitana do Rio. Vindo de uma família humilde, ele fez de tudo um pouco antes de participar do Farofa Carioca, grupo que fez sucesso nos anos 90 unindo samba e rock.

Ele já recebeu prêmios por sua música, como o de Melhor Cantor no Prêmio Multishow 2009 e o de Melhor álbum pop contemporâneo no Grammy Latino 2012 pelo disco "Músicas Para Churrasco Vol. 1". Como ator, ele participou de filmes de sucessos, como "Cidade de Deus" (2002), "Tropa de Elite 2" (2010), "Medida Provisória" (2020) e "Marighella" (2021).

Antes da fama, no entanto, Seu Jorge viveu momentos difíceis e viveu em situação de vulnerabilidade. Em entrevista a Jô Soares em 2001, ele contou que viveu nas ruas por sete anos, mas não abandonou a arte nesse período. Pelo contrário, quatro desses anos foram juntos a uma companhia de teatro.

*Com Estadão Conteúdo

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes