Conteúdo publicado há 9 meses

Luana Piovani elenca 'lado bom' da separação: 'Poder dar pra um pa* novo'

Luana Piovani, 46, estreia a segunda temporada do Luana É De Lua falando sobre um tema do qual tem bagagem: separação. O programa estreia amanhã, às 20h30, no E!

"Separar sem filho é outra conversa. Talvez a gente nem precisasse fazer um programa sobre isso, não é mesmo?", diz a atriz no primeiro episódio, em conversa com a advogada e amiga Anna Luiza Miranda.

Luana e o ex-marido, Pedro Scooby, são pais de Dom, 11, Bem e Liz, 8. Eles se separaram em 2019.

Mesmo estando resolvida sentimental e interiormente, eu sofro por causa da minha separação diariamente. E [o ex, Pedro Scooby] será para sempre uma pessoa com a qual terei de conviver. Luana Piovani

A atriz diz que o momento da decisão pelo divórcio foi "ok", mas que depois a coisa "degringolou". [Mas] chegou esse momento onde meu ex-marido não vai mais fazer a guarda alternada, porque ele voltou a morar no Brasil. Então agora é compartilhada, e as crianças ficam comigo. Então a gente precisava ter o dinheiro organizado, como ia ser. E aí foi dando erro, porque não há muito respeito entre as comunicações. Aí a gente acabou chegando num litígio", contou.

Foi durante a gravação do programa que Luana conheceu o conceito da mediação. Há pouco mais de um mês, ela anunciou que chegou a um acordo com Scooby sobre o pagamento da pensão dos filhos após os dois serem mediados.

A atriz também comentou a relação com Dom, filho mais velho: "Eu sou a bruxa. É muito difícil lidar com isso. Mas ele vai crescer, vai fazer 18 anos e vai entender".

Ela ainda disse que nunca mais vai casar, pois "resolveu seu problema" de libido. Hoje, ela namora Lucas Bittencourt. "É o costume. É a certeza daquele objeto ali, já conquistado, certo o tempo todo. E da falta de ritual e da normalização do que a vida toda foi especial e as pessoas param de tratar como especial. Então eu, agora, com namorado, não tenho mais problema de não ter vontade de trepar. Graças a Deus, porque o cara não tá comigo todo dia. Quando eu encontro, eu tô com saudade. Então não tenho libido baixa".

E as outras duas coisas boas [da separação] é você finalmente poder dar pra um pa* novo. É bom demais pegar um boy novo, sentir frio na barriga... Aquela coisa que não tem mais no casamento é tão bom sentir de novo. E a outra coisa é: ninguém deixa de ser mãe, mas quando você se separa, você tem férias de filho.

Continua após a publicidade

Quando a última temporada do Luana É de Lua estreou, em 2019, ela já tinha se separado de Pedro Scooby. Mas o conteúdo ainda trazia os dois como um casal. Agora, tudo mudou.

"Nesses quatro anos e meio, quase cinco, eu mudei de país, atravessei um oceano, me separei, me transformei numa mãe solo", disse a atriz em entrevista a Splash nos bastidores da gravação do primeiro programa. "E ganhei muita maturidade, porque sair do Brasil faz com que a gente consiga enxergar a ilha quando a gente tá fora dela. Então eu tive muito entendimento sobre as nossas mazelas aqui, não estando aqui".

Ela disse que o programa como um todo era desafiador. "É um programa o qual eu me proponho a me expor, a aprender e a possivelmente mudar de opinião. Eu pego temas que eu acho que são relevantes não só à minha curiosidade, mas ao entendimento da sociedade como um todo [...] E o compartilhamento de experiências também amplia demais o conhecimento da gente".

Deixe seu comentário

Só para assinantes